Luciano São Paulo  x Novorizontino

Pênalti em Luciano que não foi marcado pela arbitragem (Foto: Rubens Chiri/ São Paulo FC)

LANCE!
14/03/2021
17:49
São Paulo (SP)

Em nota divulgada neste domingo (13), a Federação Paulista de Futebol (FPF) admitiu que a arbitragem, tanto no campo qunto na cabine do VAR, errou ao ignorar um pênalti a favor do São Paulo, na derrota por 2 a 1 contra o Novorizontino, no último sábado (13).


CONFIRA A TABELA ATUALIZADA DO CAMPEONATO PAULISTA DE 2021!

No lance, após lançamento na área, Luciano estava prestes a passar pelo goleiro Giovanni, quando foi derrubado pelo mesmo com uma trombada. A juíza da partida, Edina Alves Batista, não marcou o pênalti. O VAR, por sua vez, revisou o lance, mas manteve a decisão da árbitra de campo.

A FPF reconheceu o erro de interpretação de Edina, no campo, e o erro da análise do VAR, garantindo que os responsáveis serão submetidos a um treinamento.

​Confira a nota:


"Após análise do lance ocorrido na partida Novorizontino e São Paulo, neste sábado (13), a Comissão de Arbitragem identificou falhas de interpretação da arbitragem em campo e de procedimento do VAR. O equívoco no lance é claro e óbvio. As imagens deveriam ter sido revisadas imediatamente por meio da área de revisão em campo para correção da decisão. A partir desta segunda-feira, a Comissão de Arbitragem vai efetuar um forte treinamento com a equipe de arbitragem e de VAR da partida para que nenhum erro como este volte a acontecer."

Neste domingo, também, o São Paulo protocolou uma carta à FPF, assinada por Júlio Casares, protestando sobre três lances em que o clube teria sido prejudicado pela arbitragem neste início de campeonato.

Este não foi o único protesto do São Paulo após o erro na marcação do pênalti. Ao término da partida, Luciano, em entrevista na beira do campo, reclamou da decisão equivocada da equipe de arbitragem e afirmou que nunca deixaria de fazer o gol para cavar um pênalti e pedindo para que a FPF reveja os árbitros que são colocados para apitar as partidas.

Crespo, por sua vez, também discorda da marcação, mas afirma que, embora ela seja parte dos motivos para a derrota do Tricolor, a equipe tem que ser 'muito maior do que a arbitragem'.