Coletiva Cuca - São Paulo

Cuca se apresentou no São Paulo na última segunda-feira (FOTO: Divulgação/Twitter)

Fellipe Lucena
21/02/2019
12:06
São Paulo (SP)

Cuca não tem a licença exigida pela CBF para comandar o São Paulo, mas isso não é motivo de preocupação. O técnico entrou em acordo com a entidade e tem uma "anistia" até dezembro de 2019, conforme publicou o Globo Esporte.

A partir desse ano, a CBF obriga que os treinadores tenham feito ao menos um dos cursos oferecidos por ela - Licença Honorária, Licença PRO ou Licença A. Cuca não participou de nenhum deles em dezembro por estar em tratamento médico, o mesmo que o impede de assumir o São Paulo imediatamente.

Por já ter conquistado a Libertadores, Cuca pode pular o curso da Licença A e partir direto para a Licença PRO. O próximo curso desse tipo ocorrerá em dezembro, na Granja Comary, e ele se comprometeu a estar presente. Até lá, segundo o São Paulo, está livre para trabalhar.

Cuca, que assinou contrato até dezembro de 2020, combinou com o São Paulo que iniciará seu trabalho de campo no dia 15 de abril. Até lá, ficará em Curitiba fazendo o seu tratamento e fará aparições esporádicas no CT da Barra Funda, mantendo sempre contato com pessoas do clube. Em sua apresentação, na última segunda, o treinador falou em "dar uma antecipadinha" nesse prazo.