Diego Souza

Diego Souza é reserva do São Paulo neste momento (Foto: Marcello Fim/O Fotográfico/Lancepress!)

Fellipe Lucena
21/02/2019
11:51
São Paulo (SP)

O Sport procurou o São Paulo nos últimos dias e avisou que tem interesse em negociar a contratação do atacante Diego Souza, que teve duas passagens de sucesso pela Ilha do Retiro entre 2014 e 2017 e foi vendido ao próprio Tricolor no início de 2018 por R$ 10 milhões. 

O São Paulo não descarta a saída do atacante de 33 anos, cujo contrato termina no fim deste ano. Até agora não houve uma proposta oficial.

O que pode pesar a favor do Sport é o fato de a folha salarial do Tricolor estar alta. Liberar Diego Souza seria uma forma de ganhar fôlego para fazer novas contratações, mas não há conversas avançadas neste sentido no momento.

Em crise financeira, o Sport teria dificuldades para manter o patamar salarial de Diego Souza. De acordo com o site Superesportes, o primeiro a divulgar o interesse, uma alternativa estudada seria um empréstimo em que o São Paulo pagasse a maior parte dos salários. Para convencer os paulistas, o Rubro-Negro abriria mão dos R$ 3 milhões que ainda tem a receber pela venda de Everton Felipe.

O São Paulo pagou R$ 3 milhões ao Sport no ano passado para assinar contrato de empréstimo com Everton Felipe até o fim de 2019. O contrato previa uma obrigação de compra, por mais R$ 3 milhões, se o meia-atacante ficasse disponível na maioria das partidas do segundo semestre de 2018, algo que aconteceu. O Tricolor sinalizou que fará a compra, mas ainda não efetuou o pagamento, o que abre brecha para essa composição.

Diego Souza demorou a engrenar no São Paulo e chegou a encaminhar sua ida ao Vasco no meio do ano passado. Após uma conversa com o diretor de futebol Raí e com Diego Aguirre, então técnico da equipe do Morumbi, decidiu permanecer a acabou dando a volta por cima: foi o artilheiro no time da temporada com 16 gols em 51 jogos. Em 2019, com a chegada de Pablo, virou reserva e só marcou um gol em sete jogos.

Enquanto aguarda a chegada definitiva de Cuca, o São Paulo age com cautela sobre saídas e chegadas. O técnico certamente vai solicitar modificações no elenco, mas quer fazer uma análise mais detalhada antes. Diego Souza, por exemplo, foi um pedido dele à diretoria do Palmeiras em 2017.