Diego Pituca

Diego Pituca já marcou um gol pelo Santos em 2020 (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Fábio Lázaro
02/07/2020
19:02
Santos (SP)

No segundo dia de atividades com bola, após a retomada dos treinamentos, por conta da pandemia do novo coronavírus, o Santos trabalhou finalizações no CT Rei Pelé.

Antes da quarentena, o Peixe marcou 13 gols em 12 partidas, uma média de 1,08 por jogo. O trabalho contou movimentações e orientações da comissão técnica comandada pelo português Jesualdo Ferreira.

O meia Diego Pituca, que com Jesualdo tem atuado mais avançado, como meia pelos lados do campo, e não como volante, função que o promoveu na equipe santista, falou sobre a importância de, segundo ele, “recuperar o tempo perdido”.

– Precisamos dar sequência ao trabalho e recuperar o tempo perdido, afinal, ficamos três meses praticamente parados. É um segundo passo, após passarmos pelas avaliações semana passada – disse o atleta ao site oficial do clube.

O jogador não escondeu a saudade de retomar os treinos com bola no Centro de Treinamentos santista.

– Está sendo muito bom poder reencontrar a bola, tocar nela e poder matar a saudade – concluiu o meia.

Diego Pituca e o zagueiro Luan Peres são os únicos integrantes do atual elenco do Peixe que foram titulares em todas as partidas em 2020, até o momento.