Rodrygo - sANTOS

Rodrygo deu entrevista coletiva nesta segunda-feira, no CT Rei Pelé (Arthur Faria/Lancepress)

Arthur Faria
13/05/2019
12:17
Santos (SP)

Rodrygo acredita que tem uma responsabilidade maior no Santos por já estar vendido ao Real Madrid-ESP. Esta obrigação aumentará no fim do mês, quando os atacantes Soteldo e Derlis González servirão suas respectivas Seleções Venezuelana e Paraguaia.

A Venezuela disputará quatro amistosos contra Trinidad e Tobago, Equador, México e Estados Unidos, entre maio e junho, enquanto o Paraguai jogará diante da Honduras.

- Tem jogadores aqui que dá para substituir eles. A minha responsabilidade sempre será maior por tudo que envolve, até por ter o Real Madrid. Eles farão falta, terei mais responsabilidade, mas tranquilo - falou o jovem atacante, em entrevista coletiva, nesta segunda-feira, no CT Rei Pelé.

Já no assunto Seleção, o camisa 11 do Peixe pensa que ainda não está pronto para defender a Amarelinha. O tópico foi comentado pelo atacante ter sido destaque na vitória do Santos sobre o Vasco, por 3 a 0, no último domingo, no Pacaembu, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

- Quero sempre melhorar. Acho que Seleção é um pouquinho cedo para falar, deixa o povo falar - falou rapidamente.

O Santos volta aos trabalhos na manhã desta terça-feira, no CT Rei Pelé. É o primeiro treino dos titulares da vitória sobre o Vasco. O próximo duelo é contra o Atlético-MG, nesta quarta, às 19h15, no Independência, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.