Vitor Bueno

Vitor Bueno já tem acordo com o São Paulo, mas depende de liberação do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos)

LANCE!
03/04/2019
13:38
São Paulo (SP)

A novela em relação ao interesse do São Paulo em contar com o futebol de Vitor Bueno permanece longe de um final feliz. Isso porque o Santos, clube ao qual pertence o meia-atacante, insiste no jogo duro. Na noite da última terça-feira, na reunião do Conselho Deliberativo do Peixe, o presidente José Carlos Peres falou à imprensa que esteve presente no local e deixou claro que fará exigências na negociação, caso contrário o problema é do jogador.

Para o mandatário santista, as tratativas podem acontecer, desde que os interesses santistas também possam entrar em discussão, como a parte que cabe ao Dinamo de Kiev-UCR, onde Bueno atua emprestado até o meio do ano que vem. Os santistas querem que os ucranianos fixem o preço dos direitos econômicos de Derlis González.

- A gente libera (Vitor Bueno ao São Paulo) na hora, desde que o Dínamo fale quanto custa o Derlis para fazer novo empréstimo do Dínamo. Aquilo que é viável a um clube brasileiro, cinco ou seis milhões de dólares - declarou Peres.

Vitor Bueno já tem acordo encaminhado com o São Paulo, que quer fechar o negócio ainda nesta quarta-feira, quando fecha a janela de transferências que envolvam jogadores que venham de clubes estrangeiros. Como o meia pertence ao Santos, a liberação do empréstimo para o Tricolor depende do time da Baixada, mas se depender de Peres, não será fácil.

- Problema é dele. Se eu te contrato, você tem contrato comigo. Qual é a obrigação do Vitor Bueno? Continuar e cumprir contrato. Derlis cumpre, dá o sangue, é um dos melhores ou talvez o melhor do time. Batalhou, encontrou dificuldade, se adaptou, se virou. Brasileiro tem que fazer o mesmo, lutar para ser titular. Salário de lá nunca ganharia aqui. Muito alto - concluiu o presidente.