Vitor Bueno

Agente de Vitor Bueno cobra Santos por divida milionária (Foto:Ivan Storti)

Ana Canhedo 
07/03/2018
13:45
São Paulo (SP)

O empresário Giuliano Bertolucci acionou o Santos na Justiça na tentativa de receber cerca de R$ 8,1 milhões de um empréstimo feito ao clube em março do ano passado, ainda na gestão do ex-presidente Modesto Roma Júnior. O montante inicial de cerca de R$ 6,1 milhões chegou ao cofre do Peixe após a diretoria assinar contrato com o agente no qual cedia o direito de exclusividade na venda do volante Thiago Maia – já concretizada, para o Lille, da França, por 14 milhões de euros (cerca de R$ 56,2 milhões) – e na de Vitor Bueno, que ainda integra o elenco profissional do Alvinegro. Além do direito a 8% de intermediação nas vendas de ambos.

O valor deveria ter sido pago pelo Santos até 31 de dezembro de 2017, com juros de 0,9% ao mês. Agora, além do estipulado em contrato, o empresário pede também 10% de multa pelo descumprimento do prazo. A ação está protocolada na 10ª vara civil de São Paulo. O Peixe ainda não foi notificado.

Vale lembrar que Vitor Bueno tem contrato com o Santos até maio de 2020 e voltou a ser relacionado para os jogos há pouco tempo, já que ficou afastado para tratar de uma grave lesão no ligamento cruzado do joelho direito. Foram cerca de oito meses longe dos gramados para curar o rompimento. Atualmente, seu empresário, Juliano Leonel, cuida de sua carreira junto com Bertolucci. Os dois agentes, inclusive, têm um contrato de representação assinado.