Santos x The Strongest

O atacante Ângelo tenta escapar da marcação do The Strongest (Foto: Divulgação/Santos FC)

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
18/05/2021
21:16
SANTOS (SP)

 Mesmo jogando mais de 65 minutos com um jogador de vantagem, o Santos perdeu para o The Strongest por 2 a 1 na noite desta terça-feira, em La Paz, pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. O Peixe falhou no começo do jogo, sofreu dois gols, mas cresceu após a expulsão de Castillo e diminuiu com um golaço de Felipe Jonatan.

Com a derrota, o Santos fica em situação desconfortável na Copa Libertadores. A equipe aguarda o resultado de Boca Juniors x Barcelona (EQU), quinta-feira, na Argentina, para conhecer o resultado que precisará diante dos equatorianos na próxima semana, fora de casa, para conquistar a classificação para as oitavas de final.

O jogo

O The Strongest aproveitou a altitude e saiu na frente aos 15 minutos. Após cruzamento da direita, Blackburn ganhou de Kaiky Fernandes pelo alto e cabeceou, o goleiro João Paulo fez boa defesa, mas, no rebote, Reinoso mandou para o gol.

>> Confira a classificação da Libertadores e simule resultados

>> ATUAÇÕES: Santos volta a cometer falhas defensivas na Bolívia 


O Santos teve a primeira chance aos 18 minutos. Jean Mota cobrou falta da entrada da área e o goleiro Daniel Vaca mandou para escanteio.

Aos 20, após cruzamento da direita, Blackburn se esforçou e jogou para o meio da área, Reinoso apareceu sozinho do lado esquerdo e chutou forte, mas o goleiro João Paulo saiu bem e salvou o Peixe. Aos 22, após novo cruzamento pela direita, Blackburn ganhou pelo alto de Kaiky Fernandes e ajeitou para o meio, Willie apareceu sozinho no meio da área e empurrou para o gol para ampliar.

Aos 25, Castillo recebeu cartão vermelho por falta em  Kaio Jorge. O time da casa ficou com um jogador a menos e o Santos cresceu na partida.

Aos 27, Gabriel Pirani recebeu na entrada da área e chutou forte, mas o goleiro Daniel Vaca fez boa defesa. A melhor chance do Santos saiu aos 38 minutos. Em jogada ensaiada, Jean Mota cobrou escanteio da direita, Kaio Jorge apareceu livre no meio da área e cabeceou, mas a bola passou raspando a trave de Daniel Vaca.

Aos 39 minutos, Jean Mota arriscou da intermediária e o goleiro Daniel Vaca mandou para escanteio.

RETORNO COM MUDANÇAS

O Santos voltou para o segundo tempo com Copete e Marcos Leonardo nas vagas de Kaiky Fernandes e Gabriel Pirani, respectivamente. E a primeira chance saiu aos sete minutos. Assim como no primeiro tempo, Jean Mota cobrou escanteio em jogada ensaiada e Kaio Jorge apareceu livre no meio da área, mas cabeceou à esquerda do gol de Daniel Vaca.

O Peixe diminuiu aos 20 minutos. Jean Mota cobrou escanteio da esquerda, a defesa afastou e Felipe Jonatan soltou um míssil de fora da área para fazer um golaço.

Na base da pressão, o Santos seguiu no ataque em busca do empate, mas não conseguiu vencer a defesa do The Strongest, que abusou, inclusive, da cera para segurar o resultado.

O Peixe tem agora uma semana para se preparar para o jogo da última rodada de fase de grupos. A equipe entrará em campo apenas no dia 26, quarta-feira, às 21h, contra o Barcelona (EQU), fora de casa. 

FICHA TÉCNICA
THE STRONGEST 2 X 1 SANTOS


Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz (BOL)
Árbitro: Diego Haro (PER)
Gols: Reinoso (15' do 1ºT) (1-),  Willie (22' do 1ºT) (2-0) e Felipe Jonatan (20' do 2ºT) (2-1)
Cartões amarelos: Castillo e Valverde (The Strongest) e Jean Mota, Copete, Felipe Jonatan e Kaio Jorge (Santos)
Cartões vermelhos: Castillo (The Strongest)


THE STRONGEST
Daniel Vaca; Torres, Castillo, Martinelli e Sagredo (Bejarano, aos 52' do 2ºT); Gomez, Valverde, Ramiro Vaca e Blackburn  (Jesus Sagredo, aos 32' do 2ºT); Reinoso e Willie (Arrascaita, aos 21' do 2ºT). Técnico: Gustavo Florentín

SANTOS
João Paulo (Madson, aos 31' do 2ºT), Pará, Kaiky Fernandes (Copete, no intervalo), Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota (Ivonei, aos 35' do 2ºT) e Gabriel Pirani (Marcos Leonardo, no intervalo); Ângelo (Allanzinho, aos 28' do 2ºT), Kaio Jorge e Lucas Braga. Técnico: Fernando Diniz