Willian promete apoiar os colegas enquanto não tiver condições de jogar, no primeiro semestre de 2019

Willian promete apoiar os colegas enquanto não puder jogar, no primeiro semestre de 2019 (Cesar Greco/Divulgação)

LANCE!
30/12/2018
17:21
São Paulo (SP)

No último dia 21, Willian passou por cirurgia por conta de lesão no ligamento cruzado anterior, o que o deixará fora dos campos por, ao menos, seis meses. E será nesse período ausente dos gramados que o atacante já promete ser uma espécie de motivador do elenco do Palmeiras ao longo do primeiro semestre.

- Claro que é horrível ficar fora, assistindo, e será por um período longo. Mas sou um cara positivo. Sempre dou moral quando vejo algum companheiro jogando ou treinando bem. Quando ele não está bem, abraço, dou conselho e elogio pelo que ele está executando - disse o camisa 29 à TV Globo.

Willian se machucou exatamente no lance em que deu o passe para Deyverson fazer o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, em 25 de novembro, que garantiu o título brasileiro. Independentemente da lesão, considera 2018 a melhor temporada da carreira. Principalmente por sua frequência nas partidas.

- Todo esse esforço, essa regularidade, ter conseguido jogar 68 jogos em um grupo tão competitivo e qualificado como o nosso, com mais de 70% dos jogos como titular... Fico feliz por isso, por ter importância dentro do grupo - disse o atacante, garantindo não só que perdeu qualquer abatimento pela lesão, mas prometendo voltar no mesmo nível.

- Claro que ninguém quer passar por esse momento. Na hora em que o médico me falou, fiquei muito triste, chateado. Não tem como não chorar e se entristecer. Mas foi muito rápido, assimilei muito rápido. Não murmurei nem questionei a Deus. Sei que isso faz parte do meu trabalho, infelizmente. Tenho 32 anos e vivo o melhor momento da minha carreira. Sem dúvida, voltarei com todo o apetite, fazendo o que mais amo.