Zé Rafael chegou ao Palmeiras falando que teve o apoio de Alex

Zé Rafael chegou ao Palmeiras falando do apoio de Alex, seu 'padrinho' no Coritiba (Agência Palmeiras/Divulgação)

William Correia
14/01/2019
07:30
São Paulo (SP)

Em sua primeira entrevista coletiva como jogador do Palmeiras, Zé Rafael contou que Alex, camisa 10 do Verdão campeão da Libertadores em 1999, o apadrinhou no Coritiba, quando ele subiu das categorias de base, em 2012. E o recado público que Alex passa ao amigo é claro: prepare-se para a pressão.

- Ele tem de aprender o dia a dia do Palmeiras. Aqui, é pressão todos os dias, o direito de erro é menor do que em Bahia e Londrina. Acredito que vá aprender com os jogadores mais velhos, porque pega um grupo que já foi campeão e que vai passar isso para ele no dia a dia - apostou Alex, apostando, porém, no futebol do meia que estava no Bahia.

- Qualidade, ele tem. Precisará entender o que é jogar aqui, como é jogar no Palmeiras. É diferente de jogar em Bahia e Londrina. Mas tem qualidade e está aprendendo. Acredito que será importante para os planos do Palmeiras ao longo do ano.

Zé Rafael surgiu no Coritiba e chegou a ser decisivo, segundo Alex. Mas vingou no Londrina e, atuando pelo Bahia nos dois últimos anos, atingiu um patamar que fez o Palmeiras desembolsar R$ 14,5 milhões por 70% de seus direitos econômicos, acertando contrato de cinco temporadas com o meia de 25 anos.

- O Zé participava do grupo do Coritiba, frequentava o vestiário, e lembro bem que ganhou dois, três jogos para nós com sua qualidade e força. Demorou um pouquinho para se achar, mas, depois que se achou, no Londrina, conseguiu mostrar sua qualidade. E comprovou no Bahia. Agora, tem uma situação maior, que é jogar no Palmeiras - reforçou Alex.