William Correia
13/01/2019
08:00
São Paulo (SP)

Dos cinco jogadores que voltaram de empréstimo ao Palmeiras para esta temporada, Allione, que tem vínculo com o clube até o meio de 2020 e passou os dois últimos anos no Bahia, já acertou para atuar no Rosario Central até o final de 2019. Mas ainda restam Juninho, Fabiano, Raphael Veiga e Erik, que passam por avaliação de Luiz Felipe Scolari em uma espécie de peneira interna para provarem que merecem espaço no elenco.

- Vamos analisar com os treinamentos, observando e, depois, vou ver. Esses que chegam de empréstimo, sem uma situação totalmente definida por mim ainda, não tenho como inscrever no Campeonato Paulista. Não queremos prejudicar. É uma situação um pouco diferente. Por isso, vamos esperar treinamentos e convites de clubes para saber se liberamos ou não. Mas eles não sabem o que vai acontecer na vida deles - disse Felipão.

Confira abaixo o caso de cada um deles:

Juninho - contrato até 30/4/2022
O zagueiro, que também pode jogar na lateral esquerda, saiu do Coritiba por 3 milhões de euros (pouco mais de R$ 10 milhões, na época) em maio de 2017. Mas o canhoto não agradou e também não atuou bem no Atlético-MG, para onde foi emprestado no ano passado. Chegou a ser cotado pelo Sport, porém, barrado por seu alto salário. E pode até arrumar um espaço com Scolari, já que Edu Dracena começa a pré-temporada precisando de reforço físico. No jogo-treino desse sábado, contra o Comercial, substituiu o veterano ao fazer dupla com Antônio Carlos e o time não sofreu gols.

Fabiano - contrato até 31/12/2021
O lateral-direito e zagueiro chegou emprestado ao Palmeiras em 2016, vindo do Cruzeiro com Fabrício na negociação que levou Robinho e Lucas para Minas Gerais, e ficou marcado por ter feito o gol do título brasileiro naquele ano, contra a Chapecoense. Acertou em definitivo com o time em 2017, mas passou a errar demais e foi emprestado ao Inter. Diante da concorrência com Mayke e Marcos Rocha, não deve ter chances e, atualmente, trata dores no púbis. A expectativa é de que atue por outro time nesta temporada.

Raphael Veiga - contrato até 25/12/2021
É quem chega mais cotado, já que sua volta foi pedida por Felipão. Um dos destaques do Athletico campeão da Copa Sul-Americana enquanto esteve emprestado ao clube curitibano, no ano passado, o meia terminou o ano jogando com dores no púbis e trata do problema neste início de pré-temporada. É certo que não estará à disposição nos primeiros jogos do Paulista e pode até ficar fora da lista inicial do Estadual, mas certamente terá espaço ao longo de 2019 neste seu retorno ao Verdão, que pagou R$ 4,5 milhões ao Coritiba para contratá-lo, no final de 2016.

Erik - contrato até 30/12/2020
O Palmeiras gastou 3 milhões de euros (cerca de R$ 13 milhões, na época) para tirá-lo do Goiás, no fim de 2015, mas ele pouco teve sequência. Também não foi muito aproveitado no Atlético-MG, onde atuou por empréstimo no primeiro semestre de 2018. Porém, terminou o ano como destaque do Botafogo. Começou a pré-temporada como possível opção de velocidade pelos lados que Scolari quer. Contudo, falta espaço no elenco, tanto que ele nem foi usado no jogo-treino desse sábado. E o Botafogo ainda o tem nos planos.