Felipão trabalha o Palmeiras para se recuperar de eliminação no Paulista e derrota na Liberta

Felipão trabalha para recuperar time de queda no Paulista e derrota na Libertadores (Agência Palmeiras/Divulgação)

William Correia
08/04/2019
18:23
São Paulo (SP)

Apenas com o aquecimento aberto à imprensa, como já é costume, o Palmeiras se reapresentou na tarde desta segunda-feira, na Academia de Futebol, após a eliminação na semifinal do Campeonato Paulista, nesse domingo, para o São Paulo, nos pênaltis. Enquanto quem foi titular no Choque-Rei fez trabalho regenerativo, a ausência no gramado foi Guerra.

O venezuelano não estava inscrito no Estadual, mas é um dos 30 nomes do clube na Libertadores, competição pela qual a equipe recebe o colombiano Junior Barranquilla, nesta quarta-feira, no Allianz Parque. Mas já não viajou para a Argentina na semana passada, quando o time perdeu do San Lorenzo por 1 a 0, e pode ser desfalque no torneio sul-americano novamente.

Sem Guerra, foram ao gramado da Academia de Futebol os jogadores que não iniciaram o clássico de domingo. Inclusive o lateral-esquerdo Diogo Barbosa e o meia Zé Rafael, que entraram durante o empate por 0 a 0 no tempo normal - nos pênaltis, o Verdão perdeu por 5 a 4, com Ricardo Goulart e Zé Rafael desperdiçando suas cobranças no Allianz Parque.

A definição da equipe que entrará em campo sairá em treinamento na tarde desta terça-feira. Como de costume, os jornalistas poderão assistir somente aos dez primeiros da atividade, período de aquecimento. A expectativa é em relação a Victor Luis, já que o lateral-esquerdo deixou o campo nesse domingo com dores nas costas.

Além de Guerra e dos titulares, também estiveram nas dependências internas do centro de treinamento os atacantes Carlos Eduardo, em tratamento de problema no tornozelo direito que o fez ser cortado do mata-mata do Campeonato Paulista (mas segue inscrito na Libertadores), e Willian, que passou por cirurgia no joelho direito em dezembro e só voltará a entrar em campo no segundo semestre.

O Palmeiras foi derrotado por 1 a 0 pelo San Lorenzo, em Buenos Aires, na terça-feira, e perdeu a liderança do Grupo F: caiu para a segunda posição, com seis pontos, um abaixo do time argentino. O Junior Barranquilla é o lanterna da chave, sem nenhum ponto, com o Melgar, dono de quatro pontos, em terceiro. Na Colômbia, na estreia na competição, o Verdão venceu o Junior Barranquilla por 2 a 0, em 6 de março.