Deportivo Táchira x Palmeiras

Palmeiras entrou em campo apenas quatro titulares absolutos na Venezuela (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Alexandre Guariglia
07/04/2022
06:00
São Paulo (SP)

Três dias após golear o São Paulo na final do Paulistão, o Palmeiras entrou em campo pela Libertadores-2022, e aplicou mais uma goleada, novamente por 4 a 0, mas sobre o Deportivo Táchira-VEN. Acontece que a diferença foi o time que entrou em campo, que não teve sete titulares do último domingo e mesmo assim atropelou o adversário, mostrando a que veio na competição continental.

TABELA
> Veja classificação e simulador da Libertadores-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GUIA DA LIBERTADORES
> Veja a análise dos adversários, onde assistir e tudo sobre o Palmeiras

Apesar da fragilidade da equipe venezuelana, o Verdão fez aquilo que se esperava dele, que era vencer e vencer bem. Os objetivos foram cumpridos com atuação à altura de um bicampeão da América, como disse Raphael Veiga na saída de campo. Sedento por vitórias e conquistas, o time de Abel Ferreira atropelou o Táchira com quatro gols, mas a verdade é que poderia ser mais.

Como tem sido praxe, os palmeirenses criaram um volume enorme de chances e desperdiçaram muitas delas, tanto no primeiro quanto no segundo tempo. Tudo isso aponta uma boa margem de melhora, principalmente quando a gente leva em conta que a equipe que entrou em campo não era a titular. Sete jogadores que iniciaram contra o São Paulo não foram titulares na Venezuela.

Marcos Rocha, Danilo, Piquerez e Rony nem viajaram, dando lugar para Mayke, Jailson, Jorge e Gabriel Veron, respectivamente. Murilo, Zé Rafael e Gustavo Scarpa ficaram no banco de reservas, substituídos por Kuscevic, Atuesta e Wesley. Apenas Weverton, Gustavo Gómez, Raphael Veiga e Dudu, a espinha dorsal, esteve em campo desde o início da partida na última quarta-feira.

A segurança dada por esse time alternativo, e o nível dos adversários no Grupo A da Libertadores, fazem com que a comissão técnica fique ainda mais convicta de que irá dosar o elenco entre a competição continental e o Brasileirão para poder suportar a maratona de jogos que virá pela frente, além das viagens, que é o que mais preocupa. A tendência é que os titulares sejam poupados na próxima terça-feira, contra o Independiente Petrolero-BOL, no Allianz Parque.

Embora a amostra seja pequena e tenha suas peculiaridades, a goleada por 4 a 0, com um time que não é o titular e uma atuação bastante convincente, são elementos que confirmam que o Verdão entra na Libertadores-2022 como um dos reais postulantes ao título, que seria o quarto do clube e o terceiro consecutivo. O time talvez esteja vivendo o auge do trabalho de Abel Ferreira e apresenta uma melhora em relação às últimas duas edições conquistadas.