Alexandre Guariglia
06/04/2022
22:53
São Paulo (SP)

Como esperado, o Palmeiras estreou na Libertadores-2022 com goleada por 4 a 0 sobre o Deportivo Táchira-VEN, jogando fora de casa. Agora são 16 jogos consecutivos sem perder fora de casa pela competição continental. Com gols de Dudu, Raphael Veiga e Rafael Navarro, que desencantou e marcou duas vezes, o Alviverde iniciou a caminhada pelo tetra com uma grande vitória.

GUIA DA LIBERTADORES
> Veja a análise dos adversários, onde assistir e tudo sobre o Palmeiras

TABELA
> Veja classificação e simulador da Libertadores-2022 clicando aqui
> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Verdão traduz superioridade em vantagem no placar e abre 2 a 0

Logo no começo da partida foi possível notar que os atacantes palmeirenses teriam liberdade para jogar no campo ofensivo, especialmente Dudu. Aos dois minutos, depois de cobrança de escanteio, Veiga achou o camisa 7 no segundo pau, que chapou a bola, mas pegou mal e tocou para fora. Aos sete minutos, Wesley errou um chute, que sobrou para Dudu, novamente na segunda trave, ajeitar e finalizar rasteiro, mas o goleiro Varela falhou e a bola entrou. 1 a 0.

Em seguida, Dudu teve outra chance, mas parou na marcação do Táchira, que se aproveitava de vacilos alviverdes para tentar ganhar espaços, principalmente na falta de concentração de alguns jogadores. No entanto, a liberdade no ataque era grande, e Kuscevic quase ampliou de cabeça, mas a bola bateu no travessão. Somente aos 34 minutos, o Palmeiras conseguiu o segundo, quando Veiga pegou chute firme de fora da área sem chances para o arqueiro. 2 a 0.

> ATUAÇÕES: Navarro marca pela primeira vez no Verdão e dá conta do recado

Com calendário cheio, era nítida a disposição palmeirense para fazer o 3 a 0 e voltar mais tranquilo para a segunda etapa. Primeiro foi a vez de Jailson finalizar por cima em boa chance. Depois, em trama feita entre Dudu, Veiga e Mayke, o lateral deixou Veron na cara do gol, mas o garoto errou o chute. Seria um golaço em grande jogada. A partida foi para o intervalo com 2 a 0 no placar.

Navarro desencanta e Palmeiras transforma a vitória em goleada

Na volta do intervalo, o auxiliar João Martins, substituindo Abel Ferreira suspenso, tirou Gabriel Veron e colocou Rafael Navarro. A opção logo deu resultado, quando aos dois minutos, Dudu deu lindo passe para Mayke, que cruzou para Navarro (em posição irregular) completar para o gol. Como não há VAR na fase de grupos da Libertadores, o tento foi validado. 3 a 0 Verdão.

Depois de desencantar, Navarro se mostrou inspirado para fazer mais um. Depois de não alcançar passe de Dudu, o centroavante aproveitou bola alçada por Wesley para fazer seu segundo tento, dessa vez de cabeça. 4 a 0 Alviverde. Com a placar elástico, Dudu, Wesley e Veiga deixaram o campo para as entradas de Giovani, Breno Lopes e Gabriel Menino, que tiveram suas chances.

Não demorou muito para Giovani mostrar seu cartão de visitas. Em jogada pelo lado direito, o garoto partiu pra cima da marcação, cortou para perna esquerda e finalizou, mas a bola foi para fora, passando perto do gol. Alguns minutos depois, porém, Jailson cometeu sua segunda falta para cartão amarelo e acabou expulsou, deixando o Palmeiras com um jogador a menos no 2º tempo.

Com um a mais, o Táchira tentou pressionar o Verdão para buscar um gol de honra, mas não vinha conseguindo êxito. Por via das dúvidas, João Martins tirou Atuesta e colocou Zé Rafael em campo. Em seguida, Gabriel Menino teve oportunidade em cobrança de falta, mas o goleiro Varela defendeu bem. Com o placar e o jogo controlados, o Verdão conquistou sua primeira vitória na Liberta-2022 e completou 16 partidas seguidas invicto fora de casa no torneio.

FICHA TÉCNICA
DEP. TÁCHIRA-VEN 0 x 4 PALMEIRAS
Local:
Estádio Polideportivo de Pueblo Nuevo, San Cristóbal (VEN)
Data-Hora: 6/4/2022 - 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Dário Herrera (ARG)
Assistentes: Ezequiel Brailovski (ARG) e José Savorani (ARG)
VAR: Carlos Astroza (CHI)
Público/Renda: Não disponíveis
Cartões amarelos: Restrepo (TAC) Atuesta (PAL)
Cartões vermelhos: Jailson, aos 26'/2ºT (PAL)
Gols: Dudu (7'/1ºT) (0-1), Raphael Veiga (34'/1ºT) (0-2), Rafael Navarro (2'/2ºT) (0-3), Rafael Navarro (7'/2ºT) (0-4)

DEP. TÁCHIRA: Varela; Camacho, Restrepo (Cabadilla, aos 38'/2ºT), Quintero e Marrufo; Flores, Benítez (Garcés, no intervalo) e Cova; Chacón (Arace, aos 38'/2ºT), Farías (Sinisterra, aos 22'/2ºT) e Figueroa (Marlon Fernández, aos 22'/2ºT). Técnico: Alexandre Pallarés.

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Kuscevic, Gustavo Gómez e Jorge; Jailson, Atuesta (Zé Rafael, aos 35'/2ºT) e Raphael Veiga (Gabriel Menino, aos 15'/2ºT); Dudu (Giovani, aos 15'/2ºT), Wesley (Breno Lopes, aos 15'/2ºT) e Gabriel Veron (Rafael Navarro, no intervalo). Técnico: João Martins.

Deportivo Táchira x Palmeiras - Navarro
Navarro desencantou pelo Verdão (Foto: Federico Parra / AFP)