Grêmio x Fluminense

Luciano foi fundamental na vitória (LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

André Schmidt
05/05/2019
21:26

Vencer o Grêmio em seu estádio é um feito e tanto. Conseguir triunfar após estar perdendo por 3 a 0 é, no mínimo, histórico. E foi exatamente o que o Fluminense fez neste domingo, batendo os gaúchos por 5 a 4 em um jogo eletrizante pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Com 22 minutos de partida a equipe de Renato Gaúcho já vencia por três gols de diferente e dominava as ações do jogo. Em dois ataques, porém, aos 39 e aos 41, Yony González e Luciano diminuíram o placar e colocaram os cariocas de volta no jogo. Na etapa final, Matheus Ferraz empatou e Pedro, de pênalti, virou. Kanemmann igualou novamente, ao 40, porém, González, mais uma, garantiu a vitória ao clube das Laranjeiras.

Criticado muitas vezes pela posse de bola pouco efetiva no ataque, o time de Fernando Diniz bateu seu recorde de finalizações certas no Brasileiro e alcançou sua segunda maior marca do ano. Foram 11 arremates ao gol de Júlio César, que foi obrigado a realizar três defesas difíceis para impedir mais gols do tricolor, segundo dados do Footstats.

Contra Goiás e Santos, nos dois jogos anteriores pelo Brasileiro, tinham sido apenas sete conclusões certas, somando os dois confrontos. No ano, o Fluminense finalizou mais vezes em gol apenas na vitória por 2 a 0 sobre o Santa Cruz, no jogo de ida da Copa do Brasil, quando acertou o alvo 13 vezes.

Curiosamente, o maior finalizador do time não foi Yony González, autor de dois, nem Luciano ou Pedro, outros atacantes da equipe. O zagueiro Matheus Ferraz, que também balançou as redes, foi a principal arma utilizada, concluindo em três oportunidades.