Nathália Brígida sofre lesão e fica de fora do Pan

Rafal Burza/CBJ

LANCE!
21/07/2019
19:31
Rio de Janeiro (RJ)

A peso ligeiro da seleção brasileira de judô Nathália Brígida (48kg) precisará passar por cirurgia nos próximos dias para tratar uma lesão na coluna e não terá condições de disputar os Jogos Pan-Americanos de Lima e nem o Campeonato Mundial de Tóquio 2019, ambos em agosto. Com isso, Larissa Farias (48kg), do Minas Tênis Clube, foi convocada para a vaga de Nathália no Pan, enquanto Aléxia Castilhos (63kg), da Sogipa, fica com a vaga do Mundial.

- A notícia de uma lesão para a gente, atleta, nunca é boa. É triste e num momento que queria muito ir aos Jogos e ao Mundial. Mas, eu entendo que meu objetivo principal é lá na frente. A lesão, de maneira alguma, vai ser um obstáculo para mim. Estou dando um passo para trás para dar dois ou três lá na frente. Vejo como mais uma coisa que vou ter que superar e que vai me fortalecer para eu conquistar o que eu realmente quero, que é estar nos Jogos Olímpicos no ano que vem - disse Brígida.

Pelos critérios de convocação da CBJ (ranking mundial do país por gênero e pontos na data da primeira convocação), quem herda a vaga de Nathália no Mundial é a Meio-Médio (63kg) Aléxia Castilhos, que ocupava a 10ª posição no ranking das brasileiras por pontos na época da convocação oficial de toda a equipe. Para o Mundial, vão as 9 melhores dessa lista.

A substituição no Pan-Americano, por outro lado, leva em consideração o ranking pan-americano. A segunda melhor brasileira nessa lista no 48kg é Larissa Farias. Ela foi bronze nos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba 2018, vice-campeã mundial júnior (Sub-21) e lutará os Jogos Pan-Americanos pela primeira vez na carreira.