Brasil x EUA

Brasil é eliminado pelos Estados Unidos na Liga das Nações (Foto: Divulgação/Nations League)

Web Vôlei
20/07/2022
15:44
Rio de Janeiro (RJ)

Atual campeão da Liga das Nações, o Brasil foi eliminado da VNL 2022 nas quartas de final. O time comandado pelo técnico Renan Dal Zotto perdeu para os Estados Unidos na cidade italiana de Bologna, por 3 sets a 1, de virada, depois de ganhar o primeiro set por 25 a 20. Os demais sets foram 22-25, 25-23, 17-25.

O Brasil terminou a fase classificatória na sexta colocação, com derrotas para França, Estados Unidos, Polônia e China. Foram quatro revezes em 12 jogos. Os norte-americanos encerraram a primeira fase em terceiro. Ainda hoje jogam Itália x Holanda, a partir das 16h (horário de Brasília), com transmissão pelo SporTV. Amanhã, a atual campeã olímpica França enfrenta o Japão, às 13h, e a Polônia tem pela frente o Irã, na sequência, às 16h.

A derrota encerra a participação numa competição em que o Brasil teve altos e baixos – mais baixos do que altos – sofreu com lesões de jogadores importantes como Alan e Lucão, além de só conseguir contar com Lucarelli e Lucão na terceira semana. Sofreu também com críticas e contestações por parte da torcida, por conta das oscilações constantes e da apatia do time em alguns momentos. Hoje, a equipe se mostrou muito ligada nos três primeiros sets. Mas, sentiu a virada e entrou para o quarto set muito abatida.

Renan escalou o Brasil com Bruninho, Darlan, Isac, Flávio, Leal, Lucarelli e Thales. Lucão, que retorna de lesão, entrou no lugar de Isac na metade do segundo set e jogou muito bem, virando as bolas necessárias pelo meio. O técnico brasileiro também promoveu o rodízio entre os líberos Thales e Maique e ambos foram bem. No quarto set, por conta da dificuldade na recepção, ele colocou Leal na saída e colocou Adriano na ponta para tentar jogar com uma linha de passe com três jogadores.

Leal foi o maior pontuador do jogo, com 18 pontos, seguido por Lucarelli, com 16. Pelos Estados Unidos, Defalco marcou 17 e Russell, 14.O Brasil errou mais que os norte-americanos: 28 erros contra 21. Perdemos o duelo no bloqueio: 7 a 3. E pontuamos mais no ataque: 61 x 56.

O Brasil vencia o terceiro set por 11 a 7 e manteve a frente até a reta final, mas tomou a viarda no 23 a 22. Os Estados Unidos mostraram um jogo muito eficiente, tocando em todas as bolas ou no bloqueio ou na defesa. No quarto set, chegou a estar perdendo por 7 a 1, depois por 14 a 9, com muitos erros de passe e um bloqueio ineficiente contra a boa distribuição rival. A Seleção Brasileira encostou no placar, fez 15 a 16, teve o contra-ataque do empate, mas se afobou nos momentos de definição, cometendo erros de ataque e saque que custaram caro.

O Brasil se prepara agora para o Mundial, que acontecerá entre os dias 26 de agosto e 11 de setembro, competição em que a seleção é tricampeã – 2002, 2006 e 2010.