(Foto: Divulgação)

Sakai afirmou que Jon Jones não terá ‘vida fácil’ no peso-pesado (Foto: Reprodução/Instagram/@augustosakai)

LANCE!
27/08/2020
10:20
Curitiba (PR)

Por Mateus Machado

Em grande fase na sua carreira, com seis vitórias consecutivas, sendo quatro delas pelo Ultimate, Augusto Sakai tem luta marcada para o próximo dia 5 de setembro, contra Alistair Overeem, pelo UFC Fight Night 176, em Las Vegas (EUA). O brasileiro está, atualmente, em nono lugar no ranking peso-pesado da organização, e um bom triunfo diante do experiente Overeem pode levá-lo ao Top 5 da categoria e, consequentemente, ainda mais próximo de uma disputa de cinturão na classe de peso, que tem Stipe Miocic como campeão.

No entanto, ao mesmo tempo em que trilha um caminho vitorioso e se aproxima de um “title shot”, Sakai e todo o restante da divisão receberam recentemente a notícia de que Jon Jones quer fazer parte da categoria até 120kg e, mostrando empolgação, o americano afirmou que, “muito em breve”, poderia se tornar campeão. Em entrevista à TATAME, Augusto Sakai falou sobre a possibilidade de ter “Bones” em ação no peso-pesado e, apesar de fazer elogios ao agora ex-campeão meio-pesado, ressaltou que o americano não terá “vida fácil”.

- Primeiramente, acho que ele vai querer um bom dinheiro para poder lutar nos pesados, e se o UFC pagar o que ele quer, com certeza ele vai topar. Ele viu que o Cormier teve sucesso, conseguiu conquistar o cinturão, e vendo isso, acho que ele acabou se empolgando também. Porém, acho que ele não vai ter tanto sucesso na categoria, não vai ser tão dominante, como era nos meio-pesados. Aqui os atletas são mais pesados, têm uma mão mais pesada, então a chance dele ter uma derrota é bem maior. Mas, por toda a técnica que ele tem, pode ser que ele faça grandes combates, dentro do Top 5 mesmo, e de repente pode chegar numa disputa de título. Vamos aguardar, só o tempo vai dizer - analisou o brasileiro.

Com Stipe Miocic sendo o dono do cinturão dos pesados, a tendência natural é de que Francis Ngannou seja o próximo desafiante ao título. Entretanto, Jon Jones já deixou claro seu desejo de enfrentar Miocic, o que dá a entender que o lutador espera chegar aos pesados já em uma disputa de cinturão. Ao ser questionado se considera justo que o americano “fure a fila”, deixando outros lutadores ranqueados para trás, Augusto Sakai expressou seu descontentamento caso isso ocorra.

- Eu não acho justo (Jon Jones chegar aos pesados já em uma disputa de cinturão). Acredito que ele teria que chegar na categoria, fazer uma ou duas lutas, pelo menos, e aí sim disputar o cinturão, possivelmente. Acho que existem outros nomes na briga por uma disputa de título, então acho que não seria justo com esses atletas - concluiu.