Por Yago Rédua  Noite de quinta-feira (2), em uma grande festa para amigos, familiares e figuras importantes do Jiu-Jitsu, Kyra Gracie, em parceria com o esposo Malvino Salvador, inaugurou academia Gracie Kore, na Vogue Square, na Barra da Tijuca, Zona Oe

Kyra e Malvino lançaram na noite de quinta-feira (2) a Gracie Kore, no Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/Gracie Kore)

TATAME
03/08/2018
14:58
Rio de Janeiro (RJ)

Por Yago Rédua

Noite de quinta-feira (2), em uma grande festa para amigos, familiares e figuras importantes do Jiu-Jitsu, Kyra Gracie, em parceria com o esposo Malvino Salvador, inaugurou academia Gracie Kore, na Vogue Square, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. A ex-lutadora, pentacampeã mundial e tricampeã do ADCC, maior torneio de luta agarrada, contou à TATAME sobre a emoção do realizar um "sonho".

- A expectativa já estava alta, mas está aqui hoje com muitos amigos, a família inteira, pessoas importantes do Jiu-Jitsu me deixa feliz de estar conseguindo seguir o caminho que eu sempre sonhei, que é seguir os passos da minha família. Estamos na quinta geração da família Gracie e temos uma legião de amigos. Vejo que ter os grandes mestres aqui com carinho comigo é incrível. Vai trazer muita energia boa - disse Kyra, que comentou sobre a presença de ícones do esporte que marcaram época na arte suave.

- Motiva muito, dá uma responsabilidade. Eu sempre vivi com muita responsabilidade, sendo Gracie e competindo (risos), ainda mais agora, fazendo a minha primeira academia. Ver o carinho dessas pessoas me faz ver que eu estou no caminho certo. São pessoas que eu admiro e respeito. Vimos várias bandeiras aqui. Eu não quero que exista aquele discurso de: 'eu sou de tal equipe e não vou lá'. Para essa academia, quem me deu consultoria foi o Fábio Gurgel, o Renzo, que é o meu tio, os irmãos Valente. Então, assim, eu tenho uma abertura e um relacionamento bom em todos as academias - finalizou.

A TATAME conversou com grandes nomes do Jiu-Jitsu, como Relson Gracie, Fernando Pinduka e Murilo Bustamante, além de artistas que ostentam a faixa-preta, como Raul Gazolla e Maurício Mattar. Confira abaixo as declarações de cada um sobre o sistema de ensino que a Kyra vai implantar, priorizando a defesa pessoal, e a estrutura da Gracie Kore:

- Relson Gracie

Eu estou muito honrado em estar presente nesta inauguração da academia. A Kyra merece tudo de melhor, ela fez muito pelo esporte. É uma das maiores expoentes da família em levar o Jiu-Jitsu ao ponto que ela levou. Sempre admirei, sempre assisti lutas dela. Admiro demais por isso. Adoro a Kyra como minha parente, minha amiga e grande guerreira que é.

- Murilo Bustamante

Achei a estrutura ótima, de primeiro mundo. Dei uma olhada na academia, muito bem montada. Ela caprichou para atender o público. Acho que é isso, focar na qualidade do ensino, defesa pessoal e Jiu-Jitsu a Kyra sabe muito.

- Fernando Pinduka

Ela é representante da família (Gracie), tem capacidade para isso. Agora o programa de defesa pessoal está estabelecido há muitos anos, só que com a evolução do Jiu-Jitsu, os lutadores se interessaram mais para disputar campeonatos e ganhar medalhas. A filosofia do Jiu-Jitsu já emprega a autodefesa sempre. O lutador de Jiu-Jitsu não sabe bater nos outros na rua, ele se defende de qualquer agressão. Essa é a filosofia de Jiu-Jitsu.

- Maurício Mattar

Eu vejo a Gracie Kore com os melhores olhos. Eu conheci a Kyra, ela tinha três anos de idade, ela foi a minha enteada por vários anos, eu tive a Rayra, irmã da Kyra, então eu peguei todo o processo desde o início, até ela se tornar a primeira mulher faixa-preta da família Gracie e pentacampeã mundial de Jiu-Jitsu. É uma atleta exemplar, ela se preocupa não só com a qualidade do esporte, mas com a saúde dos alunos, a parte psicológica e espiritual. A academia da Kyra traz para o Jiu-Jitsu uma importância muito grande, com o cuidado da defesa pessoal, com o aprendizado feminino, que tenha um lugar, com segurança, para treinar, sem os estereótipos das academias que você pode se machucar.

- Raul Gazolla

É um espaço que estava precisando, principalmente porque a filosofia que a Kyra está implantando aqui, é uma filosofia Gracie clássico, principalmente voltado para as crianças. Uma educação de defesa pessoal e depois o Jiu-Jitsu. Acho extremamente necessário que esse Gracie Jiu-Jitsu seja visto como uma forma de reeducação. O Carlos e o Hélio sempre primaram por isso. Agora o mundo inteiro já conhece e ela está desenvolvendo isso aqui no Brasil e na nossa cidade, no Rio. É muito bacana. A minha filha, por exemplo, quer treinar por causa da Kyra. Ela é fã, gosta muito da Kyra.