Ketlen Vieira ficou parada por 1 ano e 9 meses por conta de uma lesão e estará de volta no UFC 245 (Foto: Yago Rédua/TATAME)

Ketlen Vieira vem de duas vitórias contra ex-campeãs no UFC (Foto: Yago Rédua/TATAME)

TATAME
03/08/2022
09:15
Rio de Janeiro (RJ)

Campeã peso-galo no UFC 277, Amanda Nunes derrotou Julianna Peña numa revanche espetacular e recuperou o cinturão da categoria, no último sábado (30). A atleta baiana, no entanto, praticamente não teve tempo para comemorar. Já no dia seguinte, muitas lutadoras demonstraram interesse em desafiá-la, como Cris Cyborg, Kayla Harrison e Valentina Shevchenko, além da compatriota Ketlen Vieira.

O duelo entre as brasileiras foi proposto por Ketlen no último domingo (31) por meio de suas redes sociais. A atual número 2 do ranking peso-galo deu os parabéns a Amanda pela vitória, mas não deixou por menos, afirmando estar preparada para desafiar o cinturão. A manauara ainda lançou no ar a possibilidade de o confronto acontecer no Brasil.

- Parabéns, Amanda! Você fez uma grande luta e mostrou que está em boa forma! Parabéns por pegar o cinturão de volta. Acho que não tem outra opção, se não lutar comigo. Esteja pronta, porque eu venho me preparando para isso! E quem sabe a gente não faça uma luta principal aqui no Brasil? Boa sorte e até breve! - escreveu Ketlen Vieira.

O sonho de Ketlen, é bom que se diga, tem dois obstáculos para ser realizado. Como Amanda também é dona do cinturão peso-pena, pode ser que ela mude de categoria para defender o título até 66 kg. Uma possível trilogia entre a “Leoa” e Valentina Shevchenko, considerada a rainha do peso-mosca, também pode adiar a ideia do confronto brasileiro.

Com a recuperação do cinturão dos galos, Amanda chegou a 22 vitórias no MMA profissional. A baiana de 30 anos tem cinco derrotas em seu cartel. Já a manauara Ketlen, de 34 anos, contabiliza 13 triunfos e apenas dois resultados negativos.