Charles do Bronx

Charles do Bronx não conseguiu bater o peso e perdeu o cinturão dos leves do UFC (Foto: Divulgação / UFC)

TATAME
12/05/2022
16:48
Rio de Janeiro (RJ)

A polêmica na balança que retirou o cinturão dos leves de Charles do Bronx na última sexta-feira (6), pelo UFC 274, ainda segue longe de acabar. O brasileiro excedeu em cerca de 200g o limite da divisão e, de acordo com as regras, precisou ser destituído do posto de campeão. Alguns atletas relataram que a balança usada para que os lutadores pudessem verificar o peso de forma extraoficial foi desregulada.

Horas antes da pesagem oficial, Charles verificou o peso nesta balança extraoficial e tinha atingido a marca ideal do peso-leve, mas os números não bateram na balança oficial. O paulista teve ainda uma hora extra para cortar 200g, porém não teve sucesso.

À rádio Sirius XM, Marc Ratner, que é vice-presidente de assuntos regulatórios do UFC, descartou que a balança oficial, usada para verificar o peso pela Comissão Atlética do Arizona, tenha apresentado qualquer problema. No entanto, o dirigente deixou em aberto a possibilidade de a balança de verificação no hotel ter sido alterada e ter atrapalhado Charles do Bronx.

- A balança oficial foi a que eles pesaram na sexta-feira, com a Comissão Atlética do Arizona, quando essa pesagem acontece e 28 lutadores estiveram no peso. Então, estou muito certo de que não havia nada de errado na escala da balança. Ela foi muito precisa. O que as pessoas estão falando é que, na noite anterior, alguns lutadores queriam mudar a escala de libras para quilogramas na balança onde podem descer e verificar o peso. Não temos prova, mas isso pode ter desregulado a balança prática - explicou.

Essa foi a primeira vez que um campeão do UFC perdeu o cinturão após falhar na pesagem. A luta contra Justin Gaethje foi mantida no último sábado (7) e Charles finalizou o americano no round inicial.