Presidente do UFC, Dana projetou superlutas para 2020 na organização (Foto reprodução YouTube)

Presidente do UFC, Dana projeta lutas entre McGregor x Khabib e Cejudo x José Aldo (Foto reprodução YouTube)

TATAME
20/01/2020
10:40
Rio de Janeiro (RJ)

Após mais de um ano sem lutar, Conor McGregor deu show em seu retorno, no último sábado (18), na luta principal do UFC 246, e precisou de apenas 40 segundos para nocautear Donald Cerrone, em luta válida pela categoria meio-médio. No entanto, apesar de lutar na divisão até 77kg, o foco do irlandês é uma revanche diante de Khabib Nurmagomedov, atual campeão dos leves e seu último algoz no MMA.

Com uma rivalidade que já provocou uma briga generalizada no primeiro duelo entre os dois atletas, em outubro de 2018, pelo UFC 229, o irlandês e o russo já deixaram aberta a possibilidade de uma futura revanche. Presidente do Ultimate, Dana White concedeu entrevista à imprensa após o UFC 246 e mostrou-se disposto em concretizar um novo encontro entre os atletas.

- Toda vez tem alguém que casa bem para lutar com o Conor. Todo mundo quer lutar com o Conor nos últimos anos. Se olharmos o que faz sentido, o Conor está falando em lutar contra o Khabib… Eles têm coisas pessoais e (McGregor) está maluco por essa revanche, porque ele sabe que não estava bem na primeira luta. (…) Se olharmos para o Khabib, ele tem 28 lutas, está invicto e estamos falando do legado dele. É uma luta massiva, com apelo global, é a luta que faz sentido pelo cinturão peso-leve - disse o mandatário, segundo transcrição do site MMA Fighting.

Todavia, para que a revanche entre Conor McGregor e Khabib Nurmagomedov pelo título peso-leve do UFC seja, de fato, agendada, é necessário que o russo vença o seu próximo desafio, que acontecerá no dia 18 de abril, contra Tony Ferguson, pelo UFC 249.

Dana fala sobre luta entre Cejudo e José Aldo

Atual detentor do cinturão peso-galo do UFC, Henry Cejudo possui alguns desafiantes na fila por uma disputa de título, entretanto, o americano já deixou claro que pretende colocar seu título em jogo diante de José Aldo, ex-campeão peso-pena, que em sua estreia nos galos, foi derrotado por Marlon Moraes na decisão dividida e, desta forma, vem de dois reveses consecutivos.

A possibilidade de um combate entre os dois causou polêmica, justamente pelo fato do brasileiro vir em uma sequência negativa e, mesmo assim, receber a chance de disputar o cinturão. Ao ser questionado sobre o casamento do combate, Dana White confirmou que a organização está trabalhando para confirmar a luta, que provavelmente aconteceria no mês de maio, no UFC 250, em São Paulo.

- Essa é a luta que eu quero fazer. Essa é a luta que os dois querem. Então, espero que consigamos tornar isso possível - disse o presidente, que logo depois falou sobre a intenção de oficializar o combate, mesmo com retrospecto negativo de Aldo nas últimas duas lutas.

- Muitas pessoas acham que José Aldo venceu (a luta contra Marlon Moraes). Muitas pessoas pensam que ele não venceu. Eu disse a vocês na noite da luta que Aldo venceu, Henry Cejudo me chamou e disse ‘Aldo venceu a luta’. Ele quer essa luta - concluiu Dana, ressaltando ainda que vitórias e derrotas não determinam estritamente as lutas pelo título, especialmente quando é uma luta que o campeão está buscando.