(Foto: Reprodução)

Luiz Felipe Dias se tornou o novo campeão meio-médio do Shooto Brasil (Foto: Marcell Fagundes)

LANCE!
24/08/2020
10:00
Rio de Janeiro (RJ)

O Shooto Brasil atingiu uma marca histórica na noite do último domingo (23). O evento, que aconteceu na Upper Arena, no Rio de Janeiro, realizou a sua edição de número 100, com um card recheado de emoções. Na luta principal da noite, Luiz Felipe Dias e Vanilton Antunes disputaram o cinturão dos meio-médios (até 77kg). E quem levou a melhor foi Dias, com uma linda vitória por finalização via triângulo invertido. O card contou ainda com outras oito lutas, com destaque para as vitórias de Wesley Gigante, José Heraldo e Junior Luiz.

A luta principal do Shooto Brasil 100 colocou em jogo o cinturão dos meio-médios. E o duelo começou a todo vapor, com Vanilton Antunes encaixando um knockdown em Luiz Felipe Dias logo no início do round. Depois de se recuperar, Dias equilibrou o duelo com uma boa queda. A partir daí, começou a controlar o duelo no chão e conseguiu encaixar um belo triângulo invertido, que foi executado junto com uma chave de perna. Os juízes confirmaram a vitória por finalização via triângulo, mas ficou a impressão de um golpe duplo, algo muito raro no MMA. Triunfo e título em grande estilo para Luiz Felipe, o novo campeão dos meio-médios.

No co-main event da noite, Taffarel Brasil, que recebeu esse nome em homenagem ao ex-goleiro campeão do mundo pela seleção brasileira de Futebol, encarou Max Denner. E o homônimo do ídolo brasileiro levou a melhor. Buscando a luta a todo momento, ele dominou Max Denner com um jogo de defesa de queda muito eficiente e muito controle do octógono. Ao final dos três rounds, vitória clara para Taffarel por unanimidade. Já na única luta entre pesos-pesados da noite, Wesley Gigante e Vanderson Barbosa travaram um combate empolgante. Melhor desde o início, Wesley foi minando o adversário aos poucos, com golpes precisos, até encaixar uma bela kimura no meio do segundo round e colocar fim no duelo por finalização.

Outros dois embates levaram muita emoção ao octógono do Shooto Brasil. José Heraldo bateu Caio Cocão após dominar todo o primeiro round e engatar uma linda sequência no início do segundo para acabar com a luta por nocaute. Já Júnior Luiz e Jefferson Fonseca faziam um duelo muito equilibrado, com bons momentos para ambos os lados, até que no meio do segundo round, Júnior encaixou um lindo chute alto, que bambeou Jefferson. Aí foi só engatar a sequência para colocar ponto final no combate por nocaute técnico.

O card contou ainda com duas lutas muito marcadas pelo equilíbrio. O duelo entre Fernando Tourinho e Frank Bispo teve três rounds movimentados e com boa parte disputada no jogo de chão, mas melhor para Frank, que faturou a vitória por decisão dividida. Já no embate entre Diego Dias e Lucas Fernando, mais arte suave durante os 15 minutos. Depois de começar atrás, Dias buscou a virada no coração e bateu Lucas por decisão unânime após dominar completamente o terceiro round. Outros vencedores da noite foram Dayana Silva e Caio Machado, que bateram Tayná Lamounier e Daniel Hortegas, respectivamente.

RESULTADOS COMPLETOS:

Shooto Brasil 100
Upper Arena, no Rio de Janeiro (RJ)
Domingo, 23 de agosto de 2020

Luiz Felipe Dias finalizou Vanilton Antunes com um triângulo invertido no 1R
Taffarel Brasil derrotou Max Denner por decisão unânime dos jurados
Wesley Gigante finalizou Vanderson Barbosa com uma kimura no 2R
Diego Dias derrotou Lucas Fernando por decisão unânime dos jurados
Frank Bispo derrotou Fernando Tourinho por decisão dividida dos jurados
José Heraldo derrotou Caio Cocão por nocaute no 2R
Júnior Luiz derrotou Jefferson Fonseca por nocaute técnico no 2R
Dayana Silva derrotou Tayná Lamounier por decisão unânime dos jurados
Caio Machado derrotou Daniel Hortegas por nocaute no 3R