(Foto: Edu Rocha)

Aos 43 anos, o experiente Marcos Babuíno manteve o título peso-pena em sua posse (Foto: Edu Rocha)

TATAME
03/12/2019
10:30
São Paulo (SP)

Realizado no último sábado (30), no Clube Atlético Juventus, em São Paulo, o SFT 18 contou com uma grande presença de público, que lotou as dependências do ginásio desde o primeiro combate, e teve a coroação de dois campeões em suas respectivas categorias. Na luta principal da noite, no auge de seus 43 anos, o casca-grossa Marcos Babuíno manteve em sua posse o título linear peso-pena da organização ao derrotar o jovem Wellington Predador – que era o campeão interino da divisão – por decisão unânime dos jurados.

No co-main event, em disputa de título na categoria peso-mosca, melhor para o promissor Jean Matsumoto, que diante de André “Déh Loko”, teve boa atuação e também foi outro a sair vencedor na decisão unânime dos árbitros, mantendo-se invicto em sua carreira no MMA, agora com oito vitórias contabilizadas.

- Eu aprendi a correr atrás do que se sonha, mas não só buscando evoluir, mas buscando e ser o melhor no que faz. Não sou imbatível. Eu tenho fé suficiente para acreditar que o que Deus te planeja, ninguém tira, e por isso ainda estou aqui, caminhando, invicto e com o cinturão hoje em minha casa. Obrigado a todos que me acompanham e que me assistiram. Um atleta nunca se faz só. Sozinho eu não seria quem estou me tornando. Nunca desistam dos seus sonhos e em tudo que fizer - disse Matsumoto, através de suas redes sociais.

Outros destaques ficaram por conta de Manoel Sousa, que aplicou belo nocaute sobre Maurício Ruffy no segundo assalto, além de Isaías Simões, Paty Borges, Bruno Gafanhoto e Marcos Thailandês, que derrotaram seus respectivos adversários por via rápida (finalização ou nocaute).

RESULTADOS COMPLETOS:

SFT 18
Sábado, 30 de novembro de 2019
Clube Atlético Juventus, em São Paulo

Marcos Babuíno derrotou Wellington Predador por decisão unânime dos jurados
Jean Matsumoto derrotou André ‘Déh Loko’ por decisão unânime dos jurados
Manoel Sousa derrotou Maurício Ruffy por nocaute técnico no 2R
Fabhio Mir x João Samurai terminou em empate majoritário
Isaías Simões derrotou Lucas Almeida por nocaute técnico no 2R
Paty Borges finalizou Andreina China com um armlock no 1R
Bruno Gafanhoto finalizou Maicon Cardoso com um mata-leão no 3R
Arthur Portes derrotou Rafael Luz por decisão unânime dos jurados
Marcos Thailandês derrotou Willian Nogueira por nocaute no 1R
Elaine Gomes derrotou Daline Cyborg por decisão unânime dos jurados