Boxe - Canelo Álvarez e Gennady Golovkin

Canelo (à direita) derrotou o então invicto Golovkin é é o novo campeão dos médios (Foto: AFP/ETHAN MILLER)

LANCE!
16/09/2018
03:44
Las Vegas (EUA)


No fim da luta na qual derrotou o cazaque Gennady Golovkin em Las Vegas, na madrugada deste domingo, e tornou-se o novo campeão dos pesos médios em três associações, o mexicano Saúl "Canelo" Álvarez, agradeceu os torcedores, elogiou o rival e deu a entender que está aberto para uma revanche.

- GGG é um grande lutador, o melhor. Mas mas mostrei que também sou bom e o fiz recuar várias vezes. Busquei o nocaute. Não consegui. Mas levo a vitória para o México. E se o torcedor quiser, há a possibilidade de nova luta - disse.

Golovkin, no fim da luta, estava irritado com o resultado, se negou a conceder entrevista no ringue e foi para o vestiário. Depois, mais calmo, na coletiva, analisou o confronto.

- Foi emocionante, muito boa e acho que eu fui melhor do que o Canelo. Mas os juízes não decidiram assim - disse Golovkin, que se mantivesse o seu título, se tornaria o primeiro campeão do peso médio a conseguir manter o título por oito anos e 20 lutas seguidas. 

Abel Sánchez, treinador de Golovkin, se mostrava resignado com o resultado e já pedia novo duelo, que seria o terceiro entre os dois grandes pugilistas (eles empataram em 2017).

- Eu não posso reclamar da decisão. Mas foi equilibrada o suficiente para justificar uma terceira luta. Canelo lutou muito. Parabéns - disse. 

Os currículos

Após o duelo realizado na noite deste domingo, o mexicano Saúl "Canelo" Álvarez acumula 50 vitórias, um empate (contra GGG) e uma derrota (para Floyd Mayweather). Golovkin agora tem um cartel de 38 vitórias, um empate (com Canelo) e uma derrota (para Canelo).