Victor Andrade - Goiás

Victor Andrade atualmente defende o Goiás, mas já teve passagem no futebol português (Foto: Divulgação/Goiás)

LANCE!
20/06/2020
15:45
São Paulo (SP)

Hoje no Goiás, o meia-atacante Victor Andrade, que foi revelado pelo Santos, teve boas passagens pelo futebol europeu e guarda ótimas memórias desse período. No entanto, Victor revelou que quando atuava em Portugal, acabou passando por alguns episódios tristes de racismo na sua carreira.

- Acabei passando por isso uma vez atuando dentro de campo, pela torcida adversária. No Estoril, em Portugal, eles iam na lateral do campo e ficavam imitando barulho de macaco. E teve um caso também de um jogador chamar nosso professor de “preto sujo”, quando eu estava no Vitória de Guimarães. Estava perto e ouvi - disse o jogador, que garantiu que apesar dos difíceis episódios passados, isso nunca o tirou do foco em sua carreira.

- Qualquer tipo de discriminação, não só racial, é tão estúpido pra mim que é como se não existisse. Seja de cor, de opinião. É como se fosse insignificante pra mim, sabe? No futebol tem muito, assim como no mundo todo. Existe ainda muito preconceito, mas isso não me atinge, pessoas insignificantes pra mim.

Com a onda de protestos por todo o mundo após graves casos de racismo serem expostos, Victor fez questão de aconselhar os jovens jogadores que estão iniciando a carreira e que, infelizmente, podem estar sujeitos a sofrer com episódios parecidos.

- Conselho que dou para os meus irmão de cor é que sigam a mesma pegada que a minha: ignorem, façam seu trabalho. Pessoas com esse tipo de comportamento não merecem a nossa atenção. Temos de estar sempre unidos, não só contra o racismo, mas todo tipo de preconceito - concluiu.