Miguel - Goiás

Miguel está no radar de Jardine para uma convocação às Olimpíadas de Tóquio (Foto: Goiás)

LANCE!
09/02/2021
21:31
Rio de Janeiro (RJ)

O meio-campo Miguel Figueira vive a expectativa pelo momento de decisão do Goiás na temporada. Com 29 jogos entre Campeonato Goiano e Brasileirão e três gols marcados, Miguel é visto como um dos atletas com mais potencial dentro do elenco. Ele surge como umas das principais revelações do Esmeraldino no momento pontual da temporada, quando as atenções estão divididas entre Brasileirão e Campeonato Goiano.

Nesta quarta-feira, Miguel será novamente titular do técnico Glauber Ramos, diante do Aparecidense, em partida válida pelas quartas de final do estadual. Enquanto isso, na reta final do Campeonato Brasileiro, a equipe, que luta contra o rebaixamento, precisa de vitórias diante do Botafogo, já rebaixado, Red Bull Bragantino e Vasco, concorrente direto para se manter na elite em 2021.

- Esses três jogos serão os jogos das nossas vidas, e sem dúvida nenhuma, daremos o nosso melhor para ser merecedor de sair com a vitória em todos os jogos. Sobre a partida com o Aparecidense, nosso grupo está focado para buscar a classificação - disse Miguel Figueira, que além de lutar para manter o Goiás na primeira divisão do Campeonato Brasileiro em 2021 tem uma motivação extra: está concorrendo no prêmio de gol mais bonito da competição, com o golaço marcado diante do Palmeiras na 22ª rodada.

- Com certeza foi um belo gol e pude ajudar o time. Mas o mais importante é conseguir a permanência do Goiás na primeira divisão. Agora, se o prêmio vier, também ficarei muito feliz. Será uma vitória de todo grupo. 

Com idade olímpica, Miguel não esconde o desejo de defender a Seleção Brasileira nos jogos de Tóquio. No radar do técnico André Jardine, a expectativa é que o nome de Miguel Figueira apareça na próxima lista de convocados.

- Eu sonho com a seleção todos os dias. Todos jogadores sonham com isso. E sei que estou pronto para quando a oportunidade aparecer”, encerrou o meia do Goiás.