Waguinho Dias - Penapolense

Waguinho Dias encerrou sua pequena passagem no Penapolense após a Série A2 (Foto: Divulgação/América-RN)

LANCE!
03/09/2020
13:03
São Paulo (SP)

Com três jogos para o encerramento da Série A2 do Paulistão e na zona do rebaixamento da competição, o Penapolense recorreu ao técnico atual campeão do Brasileirão da Série D, Waguinho Dias, para tentar escapar do descenso. Com uma vitória e duas derrotas, porém, o objetivo não foi atingido.

Mesmo com pouco tempo de trabalho depois da retomada das atividades por conta da pandemia,o treinador conseguiu dar mecânica ao time e brigar de igual para igual com dois adversários que avançaram às quartas de final e contra um concorrente direto pela permanência. 

- Contra o Monte Azul, uma vitória incontestável por 3 a 1 fora de casa. Contra o Red Bull, dominamos as ações durante toda a partida. Saímos perdendo com um gol contra, empatamos e no último minuto, perdemos com um gol de pênalti. No último jogo, saímos ganhando do XV, fora de casa, com um gol muito bem construído. Infelizmente, em dois minutos, acabamos levando dois gol em falhas e permitindo a virada - analisou o comandante.

Após as três partidas à frente da equipe, Waguinho Dias se despede do Penapolense agradecido pela oportunidade.  Agora, o técnico campeão brasileiro volta ao mercado justamente focado nas competições nacionais.

- Sabíamos do desafio, da dificuldade, mesmo com o pouco tempo, desenvolvemos um bom trabalho e demos mecânica ao time que possibilitaram brigarmos por essa permanência. Infelizmente ela não veio. Agradeço a direção do Penapolense pela oportunidade e pela confiança depositada em mim para comendar a equipe nessas três partidas - afirmou.

Nos últimos quatro anos, Waguinho passou por diversos clubes e conquistou seis acessos estaduais e vagas na Copa do Brasil, além dos títulos da Copa Santa Catarina, com o Tubarão, em 2017, e o Brasileirão da Série D com o Brusque, no ano passado.

O último clube de Waguinho antes do Penapolense foi o América-RN. Ele começou o trabalho em outubro de 2019 e deixou o alvirrubro no início de fevereiro, após nove jogos com seis vitórias, um empate e duas derrotas.