Nicanor de Carvalho

Ex-técnico não resistiu a uma parada cardíaca (Foto: Arquivo/PontePress)

LANCE!
28/11/2018
20:00
Campinas (SP)

O ex-técnico Nicanor de Carvalho morreu na tarde desta quarta-feira, em Campinas, aos 71 anos. Ele não resistiu a uma parada cardíaca decorrente de uma crise de diabetes, sofrida Centro Médico, onde estava internado desde domingo.

Nicanor teve passagens como treinador por clubes tradicionais de São Paulo. Ele comandou Corinthians, Santos, Ponte Preta, Guarani e Botafogo-SP. O enterro será realizado na cidade natal dele, o município de Leme, no interior do estado.

Como jogador, atuou como ponta-esquerda em times como XV de Piracicaba, Inter de Limeira, Ponte Preta e São Paulo. Carvalho também trabalhou como preparador físico, na Macaca, onde foi vice-campeão paulista em 1977.

A última vez que esteve à frente de uma equipe foi em 2006, no Bragantino. Na larga carreira de treinador, passou ainda pelo Paulista de Jundiaí, Grêmio de Maringá, Atlético-PR, Coritiba, São José, e Rio Branco. Nicanor também viveu sete anos no Japão, entre os anos de 1991 e 1998.

A Ponte Preta divulgou nota de luto pela perda de 12º homem que mais vezes dirigiram a equipe. Nicanor fez 92 jogos com o clube:

"A Ponte Preta lamenta muito a morte de Nicanor e se familiariza neste momento difícil com família e amigos."