São Paulo e Flamengo se enfrentaram apenas uma vez no mata-mata da Libertadores

Gigantes do futebol brasileiro se encontraram só uma vez na competição sul-americana

gazeta-press-foto-1975714-scaled-aspect-ratio-512-320
Foto: Gustavo Motta/Pera Photo Press/Gazeta Press

Escrito por

Em toda a história do futebol continental, São Paulo e Flamengo se enfrentaram apenas uma vez dentro da fase eliminatória da Copa Libertadores da América. Os dois times estão entre os maiores de todo o país e isso não é novidade para ninguém. Ainda mais quando levamos em conta toda a história que ambos conseguiram desenvolver no decorrer das décadas de existência, seja nas competições nacionais ou nas mundiais. 

Como exemplo podemos apontar o fato de que ambas as equipes já tiveram mais de uma campanha vitoriosa dentro da competição mais importante de todo o continente. Ao todo, os clubes somam seis taças da Libertadores. Enquanto isso, há outros ditos gigantes do futebol brasileiro que suaram muito para conquistar uma taça ou ainda nem conquistaram. 

Mas, mesmo com toda a vasta história que São Paulo e Flamengo têm dentro do torneio, foram poucas as vezes que esses caminhos se cruzaram na busca pela Glória Eterna. Dentro da fase eliminatória da competição, inclusive, somente uma vez o Time da Fé e o Mais Querido estiveram frente a frente. Na ocasião, como todo bom torcedor paulistano sabe, quem levou a melhor foi o Tricolor. 

1993 e o único duelo eliminatório entre São Paulo e Flamengo na Libertadores

A copa Libertadores da América de 1993 acabou sendo uma das mais marcantes para os tricolores, além de estar entre as mais decepcionantes para os rubro-negros. Enquanto o São Paulo vinha do título da própria competição, buscando o bicampeonato seguido, o Flamengo também queria a segunda taça, isso depois de ter conquistado o Campeonato Brasileiro no ano anterior. 

Depois de uma primeira fase suada para o Mengão, que atingiu a classificação empatando em pontos com o Atlético Nacional e o América de Cáli, ambos da Colômbia, o caminho apontava que um confronto brasileiro deveria acontecer. 

Isso porque o São Paulo, por ser o então atual campeão, passou diretamente para as fases eliminatórias e tinha o caminho cruzado com o Urubu. Assim, depois que os paulistas derrotaram o Newell's Old Boys e os cariocas eliminaram o Minervén, nas oitavas, o tão esperado confronto entre os brasileiros aconteceu. 

No Rio de Janeiro, pela primeira partida, o Tricolor conseguiu um importante resultado. Isso porque, apesar da pressão da torcida adversária, conseguiu balançar as redes uma vez e empatar em 1 a 1, com Palhinha e Nélio marcando, deixando toda a decisão para sua casa. A volta, em São Paulo, no entanto, acabou sendo traumatizante para os rubro-negros. Isso porque uma vitória dos mandantes por 2 a 0, com tentos de Muller e Cafu, fez com que o sonho do bi acabasse para a equipe vermelha e preta. 

No final das contas, a situação só iria melhorar para o Time da Fé. Isso porque, depois de derrubar o Flamengo, o Tricolor também eliminou o Cerro Porteño, do Paraguai, e o Universidad Católica, do Chile, para alcançar a Glória Eterna e ficar com a taça de campeão da Copa Libertadores da América de 1993. 

News do Lance!

Receba boletins diários no seu e-mail para ficar por dentro do que rola no mundo dos esportes e no seu time do coração!

backgroundNewsletter