Cueva

Peruano não foi relacionado para a última partida do Santos, contra o Goiás (Foto: Ivan Storti/Santos)

Arthur Faria e Sergio Santana
05/08/2019
14:52
São Paulo (SP)

Em busca de nomes no mercado nacional, o Botafogo demonstrou interesse em Christian Cueva, do Santos, no último domingo, por meio do representante do atleta. A procura, ainda nos estágios iniciais, não chegou ao time paulista, já que a transferência depende de um sinal verde do Peixe, dono dos direitos federativos do atleta de 27 anos, para continuar.

Mesmo assim, José Carlos Peres, presidente do Santos, rechaçou qualquer possibilidade de emprestar Cueva. Durante a apresentação do lateral-direito Pará, nesta segunda-feira, no CT Rei Pelé, o mandatário afirmou que o peruano só deixa a equipe por meio de uma proposta em definitivo, não condizendo com o interesse do Botafogo, que deseja contratar o meio-campista até o fim de 2019.

- Não há o menor interesse de emprestar. Não sai, é um patrimônio do clube. Não vamos emprestar, é um jogador de nível. Não passa, a não ser que tenha uma proposta muito alta que dê satisfação ao Santos - afirmou.

A ideia do Botafogo era fazer um acordo no mesmo molde da transferência de Erik junto ao Palmeiras, no ano passado. O Alvinegro deseja contratar Cueva por um empréstimo sem custos até o término da atual temporada, com a ideia de valorizar o passe do atleta, atualmente sem espaço com jorge Sampaoli. Os salários do peruano, considerados altos para a realidade do Glorioso, seriam divididos entre as equipes.

Cueva chegou no Santos junto ao Krasnodar, da Rússia, no começo do ano. Em 2019, o peruano está na Baixada Santista por empréstimo, mas a equipe vai começar a pagar pelo passe do meio-campista a partir da próxima temporada, em parcelas que durarão até 2023. Atualmente encostado no elenco, a única possibilidade do Santos não arcar com a negociação em definitivo do atleta é negociando seu passe em definitivo.