Arte - Igor Cássio e Bruno Henrique

Igor Cássio e Bruno Henrique (Arte: Marcelo Moraes/Lance!)

Matheus Dantas e Sergio Santana
07/11/2019
09:30
Rio de Janeiro (RJ)

Flamengo e Botafogo ocupam posições opostas na tabela: enquanto um briga pelo título, o outro luta contra a zona de rebaixamento. Os opostos, porém, não estarão apenas nas posições dos times na classificação. A partida desta quinta-feira, no Estádio Nilton Santos, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, colocará dois jogadores que passam por situações completamente distintas na carreira: Igor Cássio e Bruno Henrique.

O camisa 27 é um dos jogadores mais decisivos do Flamengo, mas aparece ainda mais contra os rivais do Rio de Janeiro. Igor Cássio, por outro lado, fará o primeiro clássico de sua carreira como profissional. Criado nas categorias de base do Alvinegro, o atacante vem ganhando pontos com Alberto Valentim e marcou dois gols nas últimas quatro partidas.

> VEJA A TABELA DO BRASILEIRÃO

DE QUASE EMPRESTADO A GOLEADOR
A vida de Igor Cássio mudou nos últimos meses. Goleador da base em 2016, o atacante rompeu o ligamento do joelho no ano seguinte e ficou praticamente sete meses afastado dos gramados. No começo de 2019, recuperou a forma física de forma definitiva e, aos poucos, conquistou seu espaço.

Com Zé Ricardo e Eduardo Barroca, participou regularmente de treinamentos e foi relacionado para algumas partidas do Botafogo, sendo, inclusive, inscrito para a Copa Sul-Americana, mas passou longe de ser uma figura recorrente na equipe, seja como titular ou reserva.

Com a chegada de Alberto Valentim passou a ser um atleta fixo na rotação do elenco e, com as últimas atuações, colocou uma dúvida na cabeça do técnico sobre a titularidade do camisa 18. Com gols sobre CSA e Santos, o atacante iniciou uma partida pela primeira vez diante do Peixe, na rodada anterior, e pode começar o primeiro clássico da carreira profissional.

Flamengo x Botafogo
Equipes medirão forças no clássico (Alexandre Vidal/Flamengo)

SENHOR CLÁSSICO
No dia 26 de janeiro, ao entrar após o intervalo do clássico e marcar os dois gols da vitória do Flamengo sobre o Botafogo, no Nilton Santos, Bruno Henrique dava início a sua história no Rubro-Negro como "Senhor Clássico". De lá para cá, são nove gols em 11 partidas contra o Alvinegro, Fluminense ou Vasco, além de duas assistências.

Nesta quinta, já nas graças da Nação e entre os protagonistas do time em 2019, o camisa 27 volta ao palco de sua estreia a fim de dar sequência à boa fase.

- É um clássico mais que especial. Foi onde estreei, com dois gols e é um clássico. Vou voltar ao local onde fui muito feliz no meu primeiro jogo. Muito motivado para encarar esse jogo. É mais uma final para nós. Espero fazer novamente uma grande jogo.

- Feliz pelo momento, pela minha trajetória no Flamengo. Em 11 meses consegui chegar ao auge da minha carreira. Momento muito bom, assim como o Flamengo. Casou tudo - destaca.