LANCE!
15/04/2019
22:22
Campinas (SP)

Foi com emoção de sobra que o Red Bull Brasil conquistou o seu primeiro título em sua história do Troféu do Interior. Na noite desta segunda-feira, o Toro Loko e a Ponte Preta ficaram no empate zerado, no Moisés Lucarelli, em Campinas, casa do adversário. Nos pênaltis, o Tourão levou a melhor, com boa atuação do goleiro Júlio César, que pegou dois pênaltis, e garantiu a vitória por 3 a 1. Com o resultado, o clube confirmou sua participação para a Copa do Brasil de 2020. 

CHANCES E CHANCES 

As duas equipes entraram determinadas a ganhar o duelo. O Toro Loko começou melhor e teve duas oportunidades de gols, com Aderlan, Claudinho e Osman. A Macaca não se acomodou e devolveu na mesma moeda, com o atacante Thalles, que teve três chances de balançar a rede, mas também foram desperdiçadas. 

'PRO CHUVEIRO MAIS CEDO'
No momento em que a Ponte estava com as melhores chances, o time teve uma perda ainda no primeiro tempo. O meia Júlio César xingou o árbitro da partida Flávio Rodrigues de Souza após marcação de uma falta para o Red Bull Brasil. Com isso, o árbitro não esperou um instante para aplicar o vermelho para o atleta. Houve muita reclamação no banco de reservas da Ponte. 

SÓ DEU TORO
Na volta do intervalo, a equipe comandada por Jorginho não veio com nenhuma substituição para suprir a expulsão. Quem não se importou para isso foi o Red Bull Brasil, que reteve maior posse de bola para concluir em gol, mas pouco efetivo nas finalizações - apesar da insistência. A Macaca, por sua vez, adotou a marcação para segurar o placar igualado. 

NA MARCA DA CAL... 
A primeira cobrança foi do Red Bull Brasil e bola entrou 'chorada'. Em seguida, Thalles, para o Ponte, isolou. Para salvar o atacante, Ivan pegou a cobrança de Everton. E parecia que os goleiros brilhariam, Júlio Cesar pegou a penalidade de Diego Renan. Após isso, Léo Ortiz fez o segundo para o Toro Loko. A Ponte foi marcar o primeiro, com Matheus Oliveira. Em seguida, Osman converteu para o Tourão. Na última cobrança, Luís Ricardo é superado pelo goleiro Júlio César, que garantiu o título. 

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 0 (3) x (1) 0 RED BULL BRASIL

Data-Hora: 15-04-19 - 20h
Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza: Nota L!: 6,5 - conduziu bem a partida e expulsou corretamente Júlio César. 
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa Arbitro e Bruno Salgado Rizo
Renda / Público: não divulgados
Cartões amarelos: Romário (RED)
Cartões vermelhos: Júlio César (PON)

RED BULL BRASIL: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Romário (Everton, 30'/2ºT); Barreto (Gabriel Leite, 30'/2ºT), Uillian Correia, Claudinho, Bruno Tubarão (Roberson, 19'/2ºT), Osman e Ytalo. Técnico: Antônio Carlos Zago.

PONTE PRETA: Ivan, Arnaldo (Matheus Oliveira, 34'/2ºT), Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan; Edson, Igor Henrique (Luís Ricardo, intervalo) e Gerson Magrão; Giovanni (Nathan, 29'/2ºT), Júlio César e Thalles. Técnico: Jorginho.