Lançamento livro "Voltaço"

Além de Valdir, outros ídolos da primeira equipe do Volta Redonda estarão no lançamento (Foto: Divulgação)

Vinícius Faustini
17/07/2019
07:25
Rio de Janeiro (RJ)

A maneira como o Volta Redonda entrou em cena no futebol será resgatada em um livro. Primeiro goleiro da história do clube, Valdir Appel lança nesta quarta-feira "Voltaço: o Início de Uma Paixão". O evento, que acontece entre as 19h e 21h, na Livraria Livre, no Sider Shopping, na Cidade do Aço, ainda terá a presença de jogadores marcantes da equipe que iniciou suas atividades em 1976.  

- Este projeto estava na minha gaveta há alguns anos, em especial porque percebia uma coisa. Todos os amigos com quem joguei aqui tinham vindo de times grandes, mas mantinham este carinho de ter defendido o Volta Redonda. O Voltaço se tornou um segundo time deles. E sempre que a gente vem aqui, é reconhecido e abordado com muito carinho pelos torcedores que nos viram atuar - diz o ex-goleiro, ao LANCE!.

Além de documentos e fotografias históricas, o livro retrata o início da saga do Volta Redonda nos gramados em um estilo mais peculiar:

- Depois que me aposentei, comecei a fazer crônicas como futebol. E também usei este formato para fazer o livro. E ao falar do início do Volta Redonda, não deixo de lado as lembranças de brincadeiras dos bastidores, os fatos inusitados...

Valdir Appel não escondeu que o início do Volta Redonda foi marcado por desafios e perseverança:

- A gente começou a se preparar 15 dias antes do Campeonato Carioca, e todo mundo estava vindo de férias. Além de nomes que vieram de times de ponta, tinham vindo jogadores do "Flamenguinho" (Flamengo de Volta Redonda). Mesmo assim, tivemos um início promissor. Surpreendemos o Botafogo e vencemos por 3 a 2, depois vencemos mais dois jogos. Só fomos perder nossa primeira partida para o Fluminense, que era a Máquina Tricolor, e em um lance bem questionável.

O ex-goleiro, que hoje vive em Brusque (SC) e tem em seu currículo uma passagem pelo Vasco entre 1966 e 1973, exalta o elenco formado neste início de Volta Redonda:

- Ah, a gente tinha o Fred e o Fernando na zaga, nomes como Adelmo, Acilino, o Paulo César "Espanta Neném"... Um time que, no início, ocupava 10% do estádio mas, aos poucos, foi levando mais torcedores. As lembranças deste Volta Redonda estão no livro, assim como as de dirigentes da época. Fico muito feliz por tirar este projeto do papel.

Promovido pelo Volta Redonda, "Voltaço: o Início de Uma Paixão" é o quinto livro de Valdir Appel. O ex-goleiro também tem entre suas obras os livros "Na Boca do Gol", "O Goleiro Acorrentado", "Onde Ele Pisa Nascem Histórias" e “Para sempre o mais querido: A história do Clube Esportivo Paysandu” (este, em homenagem à equipe catarinense na qual foi revelado e, mais tarde, foi mandatário).