Pré-estreia documentário Fortaleza

O presidente Marcelo Paz esteve em São Paulo para a pré-estreia de "Meu Tricolor de Aço" (Foto: Divulgação)

LANCE!
07/12/2018
19:39
São Paulo (SP)

Na última quarta-feira aconteceu a pré-estreia do filme que conta a história de glórias e fatos marcantes dos 100 anos de existência do Fortaleza Esporte Clube. Em formato de documentário, o longa intitulado “Meu Tricolor de Aço” traz depoimentos de ídolos do passado e de torcedores ilustres do Leão.

Fundado em 1918, o clube é um dos mais tradicionais do país. Conta com equipes e títulos memoráveis em seu passado, e capítulos recentes muito celebrados por seus torcedores, como o título estadual de 2015, alcançado após um gol do atacante Cassiano nos acréscimos, e também a conquista da Série B do Campeonato Brasileiro de 2018, sob o comando do técnico Rogério Ceni.

O presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, deu suas impressões sobre a produção.

- Esse filme é um registro histórico muito completo que retrata diversas épocas do clube, as glórias e também momentos de dificuldade. Ele resgatou personagens importantes, como ex-jogadores, ex-dirigentes e funcionários. É, de certa forma, o manual do Fortaleza em vídeo, e culminou com esse ano maravilhoso que nós vivemos em nosso centenário, com o acesso e o título. Foi um enredo perfeito e que vai agradar bastante o público nos cinemas.

Após a exibição do documentário, o presidente atendeu e tirou fotos com torcedores que compareceram ao evento, que aconteceu no Shopping Center Lapa, localizado na zona oeste da capital paulista.

Além da presença do empresário Raul Doria, irmão do governador do estado de São Paulo, João Doria, também esteve presente no evento o senador Luiz Eduardo Girão, um dos diretores da Estação Luz Filmes, produtora do documentário, e ex-presidente do Fortaleza. Ele destacou o que, em sua opinião, é o papel principal da obra.

- É uma homenagem ao grande patrimônio do Fortaleza, aos donos de verdade do clube, que é a torcida. É uma forma de reconhecimento do que eles têm feito pelo time ao longo desses 100 anos. O amor desses torcedores encanta o Brasil inteiro, e agora está nas telas. O filme é a ‘cereja do bolo’, a coroação de um ano tão perfeito dessa equipe.

O projeto começou a ser colocado em prática no início da campanha vitoriosa do Leão na Série B do Brasileirão de 2018, e contou com a direção de Glauber Filho, Valdo Siqueira e Tibico Brasil.

Sobre o filme, Tibico falou sobre a experiência e o processo de produção.

- Foi algo novo para mim, pois foi a primeira vez que trabalhei com um documentário ligado a esporte. Começamos a gravá-lo no começo da Série B, e a expectativa era produzir um material clássico sobre o centenário do clube, o que já seria um grande desafio, porque são 100 anos para sintetizar em 72 minutos. Começamos em 1918, com o fundador Alcides Santos e vamos acompanhando as glórias, vitórias e também as derrotas e momentos difíceis do clube. O filme é montado através dos depoimentos de jogadores, ex-jogadores, mas tem uma presença muito grande de torcedores e conta com a colaboração de pesquisadores que trabalharam com a história do clube.

O diretor completa ressaltando as particularidades que esse trabalho ofereceu.

- A produção foi crescendo à medida que o time tinha um bom desempenho na temporada, e fomos atualizando o documentário com a bela história que estava acontecendo, o que é raro para um documentarista, que normalmente apenas relata fatos que já aconteceram. Espero que as pessoas se emocionem assistindo, assim como nós nos emocionamos e nos encantamos por essa história tão interessante na produção do filme.

Desde a última quinta-feira, o filme está em cartaz em cinemas de todo o estado do Ceará e também no Shopping Center Lapa, em São Paulo, palco do evento de pré-estreia.