Guarani x Paraná

Foto: Reprodução/SporTV

Futebol Latino
18/08/2020
23:23
Campinas (SP)

Depois de um início de jogo ruim frente ao Guarani em Campinas, o Paraná conseguiu se recuperar no segundo tempo e, de virada, venceu por 2 a 1 em confronto da quarta rodada da Série B do Brasileirão. Resultado esse que, além de recolocar o Tricolor da Vila na ponta da tabela com 10 pontos, deixou o Bugre na 13ª posição com três unidades.

BATENDO NO MURO

Tendo por muito mais tempo a bola nos pés, o Bugre trocava passes e rondava o sistema defensivo de seu adversário a procura de espaços para conseguir dar trabalho ao arqueiro Alisson, mas encontrava-se em dificuldades na hora de colocar os atacantes em condições de marcar.

Tanto é que a primeira oportunidade mais concreta apareceu somente quando Bruno Sávio recebeu pelo lado esquerdo, fintou a marcação e só não botou no jogo o camisa 1 do Paraná porque a zaga adversária bloqueou a finalização.

E QUE GOLAÇO!

Sem conseguir infiltrar-se para bater mais de perto contra o gol de Alisson, o meia Bruno Sávio explorou (com muita felicidade) a alternativa do chute de média distância para inaugurar o marcador do Brinco de Ouro com 28 minutos de partida. Depois de carregar a bola na intermediária, o camisa 22 cortou pro meio e, depois de deixar o marcador sentado, bateu firme de pé direito e estufou as redes da equipe paranaense.

CHEGADA PRECISA

Diferente dos primeiros 45 minutos, o ritmo da partida na etapa complementar não teve o Guarani em domínio territorial e técnico destacados, pelo contrário. Em confronto menos intenso, o Paraná conseguiu, na sua primeira estocada com maior precisão na troca de passes, chegar a igualdade através do centroavante Bruno Gomes. Depois de bom passe recebido no corredor pelo lado direito, Paulo Henrique cruzou rasteiro e o camisa 9, antecipando a zaga do Bugre, bateu tirando de Jefferson Paulino.

CRESCEU E VIROU

Apesar da imediata investida após a igualdade do time campineiro onde Geovane bateu de chapa e forçou Alisson a fazer um verdadeiro milagre ao buscar a bola no contrapé, o volume de jogo paranista teve franca evolução e o cenário da etapa inicial foi se invertendo.

E, depois de chegar com muito perigo em duas finalizações com Renan Bressan e Higor Meritão onde Jefferson Paulino fez duas importantes intervenções, em batida de escanteio Jhony Douglas testou na pequena área e marcou o segundo do Paraná no Brinco de Ouro aos 28.