Sampaio Corrêa x Guarani

(Reprodução/SporTV)

Futebol Latino
23/12/2020
19:59
São Luís (MA)

Em confronto valendo as primeiras posições no Campeonato Brasileiro da Série B, Sampaio Corrêa e Guarani entraram em campo na noite desta quarta-feira (23), pela 31ª rodada, no estádio Castelão, em São Luís.

Com o resultado de 1 a 0, o Bugre chegou aos 47 pontos pulando para a 6ª colocação, além de diminuiu a distância para o Juventude, hoje abrindo o G-4 com 49 pontos. Já o Tubarão, com o revés sofrido em casa, acabou caindo para a 8ª posição com seus 45 pontos.

O jogo

Logo nos primeiros movimentos, fazendo valer o fator casa, a equipe do Sampaio Corrêa já foi pra cima do Guarani. Aos 4 minutos, após bola rolada por Caio Dantas, Marcinho chegou batendo para o gol assustando o goleiro Jefferson, porém, minutos mais tarde, aos 6, o Bugre deu a resposta com Murilo Rangel em cobrança de falta, mas a bola do camisa 91 acabou indo para fora.

Com o tempo passando, até meados dos 25, o Tubarão seguia ditando o ritmo do confronto. No entanto, quem quase marcou foram os visitantes em três tentativas iniciadas por Renanzinho, seguida por Lucas Crispim e Murilo Rangel, porém em todas a defesa rival acabou levando a melhor evitando que o placar fosse aberto no Castelão.

Passado o momento de pressão por parte da equipe de Felipe Conceição, foi a vez dos comandados de Léo Condé tentarem nos minutos finais algumas investidas. Antes dos acréscimos, Marcinho e Roney até que tentaram, mas acabaram parando novamente nas defesas do camisa 12.

Já na segunda etapa, ambos os treinadores optaram por manter o mesmo esquema tático inicial. Diferente de como foi no início do primeiro tempo, o confronto ficou mais equilibrado com chances para os dois lados até os 15 minutos, mas sem grandes emoções.

Até os 25 jogados, o panorama ainda era o mesmo. Com o famoso lá e cá, Caio Dantas, por parte do Sampaio, e Matheus Souza, por parte do Guarani, foram os que tiveram a chance de inaugurar o placar, mas os goleiros não estavam mesmo dispostos a fazer com que a rede balançasse.

Com algumas alterações promovidas, quem ganhou mais ânimo foi o Bugre. Com isso, aos 35 minutos, Pablo, após levantamento na área de Lucas Crispim, conseguiu cabecear entrar os zagueiros da Bolívia Querida, não dando chances a Gustavo. 1 a 0.

Com a reta final de jogo se aproximando, o Sampaio partiu para tudo ou nada atrás do seu tento de igualdade. Entretanto, acabou parando na forte defesa da equipe de Campinas que, por sua vez, conseguiu sustentar o resultado até o árbitro soprar o apito e encerrar o duelo em São Luís.