Loco Abreu primeiro gol no Rio Branco

Loco Abreu denunciou irregularidades na semifinal do Capixaba (Foto: Thiago Félix/Rio Branco AC)

LANCE!
16/04/2019
14:58
Vitória (ES)

O atacante Loco Abreu, ex-Botafogo e que jogou a Copa do Mundo de 2010 pelo Uruguai, está disputando o Campeonato Capixaba deste ano pelo Rio Branco-ES. E não gostou da estrutura do futebol no Espírito Santo. 

Em entrevista coletiva, Loco Abreu detonou as condições precárias dos equipamentos de saúde para o atendimento dos atletas na semifinal do estadual, que foi disputada entre Real Noroeste x Rio Branco. Por conta da denúncia do jogador, o Rio Branco pediu a impugnação da partida. 

- Quando vi o veículo que o clube diz ser ambulância, lembrei dos carros da minha terra que fazem entrega de presunto, queijo e linguiça. É o mesmo veículo. Se for colocar tudo que uma UTI Móvel precisa naquele veículo, ou entram os aparelhos ou entram os pacientes. Quando abriram a porta e eu olhei para dentro, não tinha nada, só um espaço vazio, sem luz, e uma maca. A enfermeira que atendeu um atleta nosso que precisou levar 18 pontos no braço assumiu: ‘tem que levar o jogador para o hospital, porque aqui não dá para atender - denunciou o uruguaio.

O jogador relembrou a partida entre Rio Branco x Serra, quando o time da casa quase perdeu por W.O por falta de ambulâncias, mesmo estando com três veículos no estádio.

- Naquele jogo, o árbitro veio conversar comigo dizendo que uma das enfermeiras estavam sem o documento. Eu achei certa a paralisação, pois a regra precisa ser cumprida. Mas ela precisa ser cumprida em todos os lugares, e na semifinal infelizmente não foram cumpridas as regras - afirmou.

Loco Abreu disse que está feliz no Espírito Santo, mas que a Federação Capixaba de Futebol precisa olhar com mais carinho para o estado, caso os capixabas queiram crescer no meio do esporte. Ele até sugeriu que o Rio Branco mude de federação para o crescimento do clube. 

- Estou feliz aqui no Espírito Santo, mas infelizmente ilegalidades estão acontecendo. Não estou chateado com o clube, com jogadores e com a cidade, mas quem controla o futebol daqui está querendo remar somente para o lado dele. O futebol desse jeito é ruim para todos. Se o Rio Branco tem intenção de evoluir, e tem uma torcida de massa para isso, pode até ir para uma outra Federação, a carioca, a mineira, pois da forma que está aqui não tem condições de evoluir - disse.