Espresso

Espresso

Luiz Fernando Gomes
28/02/2018
16:40
São Paulo (SP)

O Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia foi exemplar. Condenou com mão de ferro os principais envolvidos nos tumultos do Ba-Vi da vergonha, dia 18, no Barradão. O Vitória, protagonista principal do imbróglio, escapou de ser excluído do Campeonato Baiano, já que não houve consenso sobre a intencionalidade das expulsões que levaram à paralisação do jogo por falta do número mínimo de jogadores em campo. Mas foi multado em R$ 100 mil e perdeu o ponto conquistado no empate de 1 a 1. Por maioria dos votos, o Bahia foi declarado vencedor por 3 a 0. Kanu (Vitória) pegou a maior pena: 10 jogos de suspensão. Já Rhayner e Yago (Vitória), Becão e Edson (Bahia) pegaram oito partidas de gancho. O meia Vinícius, do Tricolor, pivô da confusão ao provocar a torcida rival depois de marcar o gol de empate, também foi suspenso, por dois jogos. Não pela comemoração, que fique claro, mas por ter se envolvido na briga generalizada.

Quer ler mais essa e outras informações, com opinião, logo cedo? O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. É uma leitura rápida e saborosa como aquele cafezinho de todos os dias, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do L!, com análises e contextualização de Luiz Fernando Gomes. Clique aqui e faça o seu cadastro.