Muitta calma nessa hora! Esse é o pensamento de Mancini sobre o momento do Coelho no Brasileiro

Mancini já acertou as bases contratuais com o Grêmio (Mourão Panda/América-MG)

Valinor Conteúdo
14/10/2021
18:13
Belo Horizonte

O América anunciou na noite desta quinta-feira (14) a saída de Vagner Mancini do comando da equipe mineira. O técnico acertou as bases contratuais com o Grêmio e deve ser oficializado nas próximas horas como o novo comandante da equipe gaúcha. A ideia é fechar contrato até o fim de 2022 e contar com o treinador imediatamente para tentar evitar a queda à segunda divisão.

Atualmente, o Grêmio ocupa a 19ª colocação do Campeonato Brasileiro com apenas 23 pontos em 24 jogos. A equipe volta a campo às 18h15 do próximo domingo, na Arena Grêmio, contra o Juventude, rival direto na briga contra o descenso. 

A crise gremista se intensificou com a saída de Felipão, que teve a sua saída anunciada como em comum acordo pelo clube. E o nome de Mancini agrada a diretoria e aos jogadores. Denis Abrahão, novo vice-diretor de futebol do Grêmio, é quem está à frente das tratativas e fez a investida no agora ex-treinador do América-MG, que vinha fazendo boa campanha pelo Coelho, atual 11º colocado, com 31 pontos.

O outro alvo da diretoria tricolor foi Roger Machado, que dirigiu a equipe entre 2015 e 2016. Porém, o ídolo gremista é refratário à ideia de assumir uma equipe na reta final de temporada e prefere voltar a trabalhar apenas no início de 2022. 

A proposta do Grêmio incomodou a diretoria do América-MG a ponto do presidente do clube, Alencar da Silveira Júnior, se manifestar com ira no Twitter.

"Que coisa essa do Grêmio, Mancini está em um ambiente sadio, tranquilo, onde construímos uma família. Deixa a gente continuar trabalhando e vai encher o saco de outro", escreveu Alencar.

A diretoria do América se reuniu com Vagner Mancini após o retorno do time justamente de Porto Alegre, onde o Coelho foi derrotado pelo Internacional por 3 a 1 na última quarta-feira, pelo Brasileirão.

A conversa teve como pauta principal manter o treinador, que vinha tendo bons resultados na equipe e seguir com o trabalho para 2022, quando o América poderá até jogar uma competição internacional, como a Copa Sul-Americana, além de cumprir a meta de ficar na elite nacional pelo segundo ano seguido.

Vagner Mancini chegou ao América em junho deste ano, para o lugar de Lisca, e tinha contrato até o fim deste ano. Ele comandou o time em 21 jogos, com sete vitórias, nove empates e cinco derrotas, um aproveitamento de 48%. Com o treinador, o Coelho reagiu no Brasileiro, conseguindo tirar o time da zona de rebaixamento e deixar o América em 11° no campeonato, com 31 pontos.

O Grêmio, por sua vez, caminha para o quarto treinador em 2021. Renato Gaúcho, Tiago Nunes e Felipão já comandaram a equipe neste ano.