Fernando Diniz - Fluminense

Diniz reclamou do árbitro de vídeo no Brasileirão | Lucas Merçon/Fluminense

LANCE!
06/09/2019
20:44
São Paulo

Demitido do comando do Fluminense há duas semanas, Fernando Diniz ainda não esqueceu totalmente a trajetória que construiu nas Laranjeiras. Em participação no evento Brasil Futebol Expo, em São Paulo, o treinador fez duras críticas à utilização do árbitro de vídeo no Campeonato Brasileiro e chegou a citar casos em que teria sido prejudicado para justificar a análise negativa. O técnico comandou o Flu em 44 jogos, sendo 18 vitórias, 11 derrotas e 15 empates.

- Se eu tivesse os seis, nove pontos que me tiraram, o Fluminense não estaria onde está hoje. No jogo que eu fui demitido, eu criei 33 - afirmou o técnico.

Outro tema que foi alvo de críticas de Diniz foi o atual momento do futebol brasileiro. Para o treinador, a forma de gestão dos clubes nacionais tem sido negativa para o desenvolvimento dos jogadores mais jovens, que acabam sofrendo a influência política dos dirigentes.

- Eu acho que tem muitas coisas fora de campo que influenciam, como o psicológico do jogador. Temos muitos talentos, mas eu vejo os clubes mais deformando os atletas do que formando. Eu gosto de adotar o sistema para favorecer o jogador e não quero que o jogador favoreça o sistema. A gente tem, sim, que aprender com o que os europeus, porque podemos aprender com todo mundo. Mas não precisamos copiar", finalizou.