CRB x Cuiabá

Divulgação/Cuiabá EC

Futebol Latino
29/01/2021
20:10
Maceió (AL)

Em Maceió, CRB e Cuiabá mediram forças sem terem objetivos nesta 38ª e última rodada da Série B. Com o acesso já garantido para a elite, o Dourado entrou com a concentração abaixo do normal e acabou tomando dois gols do Galo no primeiro tempo. Apesar de voltar melhor na etapa final, mas desperdiçar várias chances, a equipe de Allan Aal encerrou mesmo a competição com mais um revés, agora por 4 a 1. 

Com a derrota, o Cuiabá fica com seus 61 pontos e pode até perder a terceira colocação caso o Juventude vença seu jogo até mesmo pela diferença mínima no placar contra o Guarani. Isso porque as equipes vão empatar no número de vitórias, mas no segundo critério de desempate, que é o saldo de gols, os gaúchos já entram em campo com vantagem: 9 x 8. 

O CRB fecha a Série B com o segundo objetivo cumprido. Já que não conseguiu o acesso, o Galo encerra a campanha na competição nacional na primeira página com 52 pontos e na 10ª colocação. 

INÍCIO DE JOGO COM GOL

O CRB começou o jogo com a maior posse de bola e trocava passes, enquanto o Cuiabá cercava. Esse domínio ainda no começou trouxe recompensa aos cinco minutos.

Wesley pegou o rebote após a defesa do CRB afastar parcialmente, ajeitou e deu uma bela chapada no ângulo de Matheus Nogueira, que resvalou nela, mas não evitou a bola na rede. Foi o quarto gol do meio-campista com a camisa do Galo.

GOLAAAAÇO!

Com mais vontade no jogo, o CRB foi recompensado com novo gol. Ou melhor: golaço de Hyuri. O atacante recebeu na área, fez um giro fácil sobre seu marcador e tocou de cavadinha por cima de Matheus Nogueira. O Galo marcou seu segundo com 16 minutos do primeiro tempo.

ATUAÇÃO FRACA DO CUIABÁ

Na entrevista antes do jogo, o técnico Allan Aal demonstrou que não havia tom de cobrança nestes últimos jogos (na 37ª rodada o Cuiabá perdeu em casa) já que o objetivo de acesso foi cumprido. E a atuação do Cuiabá aparentemente seguiu a risca, pois o CRB mostrou mais vontade nos primeiros 45 minutos, enquanto o nível de concentração do Dourado estava abaixo do que a equipe mostrou na Série B.

CUIABÁ VOLTOU MELHOR NO SEGUNDO TEMPO 

A bronca no vestiário deve ter sido grande. O Cuiabá voltou mais ligado no segundo tempo e teve três grandes chances de marcar com Nenê Bonilha, Felipe Marques e Elton. Os dois primeiros chutaram para fora e o terceiro viu Edson salvar o Dourado. 

OPA, PÊNALTI?

Aos oito minutos, após o chute de Elton que Edson defendeu, a bola sobrou ainda para o Cuiabá com Maxwell, que levou para o fundo e cruzou muito forte a meia altura. Reginaldo, do CRB, tirou, mas a bola tocou em sua mão. 

De acordo com o comentarista de arbitragem do Premiere, Paulo Cesar de Oliveira, o árbitro Rodrigo José Pereira de Lima errou ao não assinalar pênalti.

OUTRO GOLAÇO DO CRB

Wesley pegou da entrada da área e chutou colocado de perna esquerda, Matheus Nogueira pulou e salvou o gol. No rebote, a bola continuou com o Galo até que chegou em Diego Torres. O camisa 10 'imitou' Wesley, mas dessa vez conseguiu marcar um golaço e fazer o terceiro. 

QUE ESTRELA DO TÉCNICO

Com seis minutos em campo, Jenison diminuiu o placar no Rei Pelé. Ele recebeu dentro da área e arriscou, a bola contou ainda com desvio antes de parar no fundo do barbante de Edson. 

O vice-artilheiro do CRB na Série B, com sete gols, entrou no lugar do volante Nenê Bonilha. 

CRB FECHOU A SÉRIE B COM CHAVE DE OURO 

Aos 45 minutos, Luidy fez uma linda jogada individual e cruzou na medida para Jatobá cabecear e fechar a goleada para o Cuiabá.

FICHA TÉCNICA
CRB X CUIABÁ - 38ª RODADA DO BRASILEIRO DA SÉRIE B
Estádio: Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: 29 de janeiro de 2021, às 19h15
Árbitro: Rodrigo José Pereira de Lima (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e John Andson Alves Ribeiro (PE)
Gramado: Bom
Cartões amarelos: Jenison (CRB) / Anderson Conceição e Perdigão (CUI)

GOLS: Wesley, 5'/1ºT (1-0); Hyuri, 16'/1ºT (2-0); Diego Torres, 25'/2ºT (3-0); Jenison, 33'/2ºT; Jatobá, 45'/2ºT

CRB (Técnico: Roberto Fernandes)
Edson Mardden; Reginaldo, Gum, Ewerton Páscoa e Igor; Claudinei, Wesley (Olívio, 44'/2ºT) e Diego Torres; Pablo Dyego (Luidy, aos 30'/2ºT), Hyuri (Daniel Amorim, aos 30'/2ºT) e Lucão (Luiz Paulo, aos 20'/2ºT).

Cuiabá (Técnico: Allan Aal)
Matheus Nogueira; Perdigão, Ednei, Anderson Conceição e Alexandre Melo; Pierini, Nenê Bonilha (Jenison, aos 26'/2ºT) e Felipe Pereira; Maxwell (Gabriel Silva, aos 22'/2ºT), Felipe Marques e Elton (Josiel, aos 44'/2ºT).