Montagem do Carille com o Sampaolli

Carille e Sampaoli se enfrentam neste domingo (Foto: Divulgação)

Alexandre Guariglia e Guilherme Amaro
09/03/2019
07:00
São Paulo (SP)

O clássico entre Corinthians e Santos colocará frente a frente dois sistemas de jogo distintos. Enquanto o Timão do técnico Fábio Carille prioriza a marcação forte, com uma linha de quatro bem organizada, o Peixe de Jorge Sampaoli gosta de preencher o campo adversário e valorizar a posse de bola.

Nos dias atuais, a definição do Corinthians é ser um time reativo, que defende-se bem e contra-ataca o adversário. Já o Santos propõe o jogo a todo instante, um trabalho considerado "raro" pelo próprio Carille.

- Característica dele não deve ter 5% que façam o que ele faz, acho que não tem. (...) É um início de trabalho brilhante - disse Carille, que analisou as diferenças nas escolas de treinadores que cada um teve.

- A minha é daquilo que aprendi que dá certo, com característica dos jogadores se encaixando, aprendi com Mano Menezes, Tite, é o que vejo em Simeone e Mourinho, mais de linha de quatro. Dele (Sampaoli), é mais de movimentação - afirmou Carille.

Apesar da diferença nos estilos de jogo das equipes, Santos e Corinthians são os primeiros em posse de bola e passes trocados nas nove primeiras rodadas deste Paulistão. O Peixe lidera os dois quesitos, com médias de 64% de posse e 441 passes certos, enquanto o Timão tem 57% e 432.

Quando o quesito é finalizações, porém, o Santos leva grande vantagem. São 16 chutes ao gol adversário por jogo, sendo seis certos, e o melhor ataque do Paulistão, com 19 gols.

O Corinthians, por sua vez, finaliza quase nove vezes por partida e só acerta o alvo em três oportunidades. O Timão marcou oito gols até agora no campeonato, sendo o quinto pior ataque.

Ciente dos estilos distintos, os treinadores se estudam para o confronto deste domingo, às 16h, na Arena Corinthians, pela décima rodada do Paulistão. Enquanto o Timão teve uma semana cheia, o Peixe entrou em campo na última quinta-feira. As equipes ainda fazem o último treino neste sábado antes do clássico.

- Estamos analisando um pouco da partida que já jogamos contra eles (amistoso na pré-temporada), a partida deles contra o Racing, além de outros aspectos. Teremos muito pouco tempo para essa partida, mas sabemos muito bem que vai ser um clássico bastante intenso, com dois sistemas muito distintos, que o Corinthians conhece muito bem e faz muito bem. Precisamos estar muito bem para superar um rival muito forte em sua casa - analisou Sampaoli.

- A gente tem que ser mais agudo, temos que nos preocupar. É uma equipe que joga para frente e dá espaço para contra-ataque, são estilos de jogo. Se eles saírem na frente, têm um contra-ataque muito forte. Temos que cuidar de todas as situações, ofensiva e defensivamente - opinou Carille.

O Santos está no Grupo A e é o líder geral do Paulistão, com 22 pontos. O Corinthians, por sua vez, é o primeiro colocado do Grupo C, com 14 pontos.

OS NÚMEROS DE CORINTHIANS E SANTOS NESTE PAULISTÃO:

POSSE DE BOLA
Santos - 64% (1º no quesito)
Corinthians - 57% (2º no quesito)

FINALIZAÇÕES
Santos - 16 por jogo (2º)
Corinthians - 8,8 por jogo (15º)

FINALIZAÇÕES CERTAS
Santos - 6,2 por jogo (2º)
Corinthians - 2,8 por jogo (16º)

PASSES CERTOS
Santos - 441,1 por jogo (1º)
Corinthians - 432,6 por jogo (2º)

LANÇAMENTOS
Santos - 31,1 por jogo (14º)
Corinthians - 32,8 por jogo (13º)

DESARMES
Santos - 16,7 por jogo (3º)
Corinthians - 14,3 por jogo (9º)

DRIBLES
Santos - 4,2 por jogo (3º)
Corinthians - 3,4 por jogo (7º)

FALTAS SOFRIDAS
Santos - 15,2 por jogo (8º)
Corinthians - 15,8 por jogo (7º)

FALTAS COMETIDAS
Santos - 14,6 por jogo (12º)
Corinthians - 10,9 por jogo (16º)

CRUZAMENTOS
Santos - 27,9 por jogo (1º)
Corinthians - 23,2 por jogo (6º)

ESCANTEIOS
Santos - 8,4 por jogo (1º)
Corinthians - 4,4 por jogo (13º)

Carille e Sampaoli
Carille e Sampaoli: estilos de jogo distintos (Foto: Divulgação)