Náutico x Botafogo-SP - Comemoração

(Caio Falcão/Náutico)

Futebol Latino
12/09/2020
21:03
Recife (PE)

Em busca de uma vitória na Série B do Campeonato Brasileiro, Náutico e Botafogo-SP entraram em campo na noite deste sábado (12), pela 9ª rodada, no estádio dos Aflitos, em Recife. E o Timbu fez fazer valer o fator casa.

Ainda no primeiro tempo, a equipe pernambucana não tomou conhecimento da Pantera e fez logo 3 a 0. Já na etapa complementar, a equipe visitante até conseguiu descontar fechando o marcador em 3 a 1.

Com o resultado, a equipe comandada por Gilson Kleina chegou aos 13 pontos, ficando na 10ª colocação. Já a equipe comandada por Claudinei Oliveira acabou caindo para a 15ª posição, estacionando com 8 pontos, o que deixou o time praticamente colado no Z4 da competição.

O jogo

Com um início muito agitado, antes mesmo dos 10 minutos completados, ambos os times já partiram pro ataque. Em uma primeira tentativa a favor do Náutico, o atacante Paiva chegou a cabecear para a boa defesa de Darley e, em seguida, o Botafogo respondeu com Ronald dando trabalho ao goleiro Jefferson.

Na sequência, o confronto seguia mais equilibrado com uma marcação muito forte pelos dois lados. No entanto, aproveitando uma das chances, aos 20 minutos o Timbu abriu a contagem nos Aflitos com Erick, com o atacante fazendo boa jogada individual para marcar um golaço. 1 a 0.

Embalado pelo tento marcado, o Náutico, aos 34, chegou ao segundo no jogo. Após receber bom passe de Jonnatan, Jean Carlos arrumou e mandou um belo chute para balançar as redes do Botafogo. 2 a 0.

Com uma boa vantagem construída, a equipe pernambucana parecia não estar satisfeita e ainda encontrou mais um antes do término da etapa. Aos 49, Rhaldney arriscou de fora da área, tendo um desvio ainda antes de entrar. 3 a 0.

No retorno para a segunda etapa, apenas Claudinei optou por uma troca de volantes, com Elicarlos deixando o campo para a entrada de Naldo. Na esperança de conseguiu diminuiu a desvantagem, o Bota bem que começou pressionando ao mandar um chute na trave de Jefferson com o atacante Rafinha, não conseguindo criar mais até meados dos 15 minutos.

Com o passar do tempo, sem conseguir ter sucesso nas investidas, o técnico da equipe paulista novamente recuou para seus suplentes. Porém, não querendo ser surpreendido, Gilson Kleina também acabou realizando algumas substituições reforçando seu meio-campo.

Já nos últimos momentos da partida, o Botafogo até conseguiu encontrar seu gol. Wellington Tanque, aos 43, arriscando de fora, não deu chances ao camisa 1 do Timbu. Porém, o time do interior paulista acabou marcando tarde dando a deixa para o árbitro, minutos depois, encerrar o duelo nos Aflitos.