Futebol Latino
17/06/2022
23:43
Maceió (AL)

No estádio Rei Pelé, em Maceió, em jogo válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, CRB e Ituano ficaram no empate pelo placar de 1 a 1. Os gols saíram no fim da etapa complementar. Com gol de cabeça, aos 45, Jiménez abriu o marcador para o time paulista. Mas, nos acréscimos, em cobrança de pênalti, Anselmo Ramon deixou tudo igual. Com o resultado, o CRB foi para 15 pontos, mas caiu para a 12ª colocação. Já o Ituano foi para 14 pontos e permanece no 14º lugar.

+ Veja a tabela da Série B e simule os resultados dos jogos

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Pela 14ª rodada, o CRB visita a Chapecoense, em partida que será realizada na Arena Condá, em Chapecó, dia 21 de junho. No dia 28 de junho, pela 15ª rodada, o Ituano enfrenta o Guarani, no Brinco de Ouro, em Campinas.

ITUANO COMEÇA MELHOR
Mesmo fora de casa, o Ituano iniciou a partida no estádio Rei Pelé, em Maceió, apertando o CRB. Aos 7 minutos, o time Paulista ficou muito próximo de abrir o placar. Aylon recebeu passe e soltou uma tijolada, só que Diogo Silva estava lá para espalmar e salvar os alagoanos.

CRB RESPONDE E QUASE MARCA
A resposta do CRB veio aos 11 e 12 minutos. O primeiro lance foi uma cobrança de falta de Rafael Longuine. A explodiu na trave após falha do goleiro Pegorari. Na sequência, em cobrança de escanteio, Pegorari se redimiu ao fazer uma grande defesa em cabeçada de Gilvan.

ITUANO CRIA CHANCES, MAS NÃO MARCA
O time Paulista não se intimidou com as oportunidades criadas pelos alagoanos e foram para cima atrás do seu gol. Mas Dudu Vieira e Rafael Pereira acabaram parando no goleiro Diogo Silva. Em ambas as finalizações ele conseguiu espalmar e evitar o gol do Ituano.

CRB x Ituano - Campeonato Brasileiro Série B
CRB e Ituano ficaram no empate (Foto: Twitter CRB/Francisco Cedrim)

CRB TAMBÉM ASSUSTA
Aos 34 minutos, o CRB devolveu os sustos do Ituano. Da entrada da área, Rafael Longuine conseguiu acertar um belíssimo chute de forma colocada, mas ele não contava que Pegorari estaria muito bem colocado. O goleiro espalmou no cantinho e garantiu que o jogo fosse empatado para o intervalo.

SEGUNDO TEMPO
BOA OPORTUNIDADE DO CRB

A oportunidade mais clara no início da etapa complementar foi do CRB. Reginaldo fez bela jogada, chegou à linha de fundo e cruzou. Richard subiu bem e acertou cabeçada, mas Pegorari estava muito bem colocada para defender em dois tempos.

JOGO CAI DE RENDIMENTO
A partir dos 15 minutos da etapa final, o jogo caiu de rendimento e os dois times passaram a errar muitos passes e construir pouquíssimas chances de gol. As que eram criadas não levavam praticamente perigo ao gol do adversário.

ITUANO ABRE O PLACAR
Com a queda de rendimento de ambas as partidas, tudo indicava que o jogo acabaria mesmo empatado e com o torcedor sem ver a rede balançar. No entanto, aos 45 minutos, esse panorama foi alterado. Gerson Magrão bateu escanteio com veneno para dentro da área, o volante Jiménez cabeceou firme para marcar e abrir o marcador: 1 a 0 para o time Paulista.

CRB CONSEGUE PÊNALTI NO FIM E EMPATA O JOGO
O CRB foi para desespero nos acréscimos em busca do empate. Aos 51 minutos, Reginaldo foi deslocado dentro da área, o árbitro, com auxílio do VAR, marcou pênalti para os alagoanos. Após muita reclamação, aos 55 minutos, Anselmo Ramon soltou uma bomba no ângulo e igualou o marcador: 1 a 1, placar final.

CRB 1 X 1 ITUANO – CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE B
Local:
Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data/horário: 17 de junho de 2022, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Maguielson Lima Barreto (DF)
Assistentes: Lucas Costa Modesto (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
VAR: Igor Benevenutto de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Gilvan, Bryan e Yago (CRB); Lucas Dias, Dudu Vieira e Jiménez (ITU)
Cartões vermelhos: -
GOLS:
Jiménez, 45'/1ºT (ITU) (0-1); Anselmo Ramon, 54’/2ºT, (CRB) (1-1).

CRB (Técnico: Daniel Paulista)
Diogo Silva; Reginaldo, Wellington Carvalho (Raul Prata, aos 39’/2ºT), Gum, Gilvan e Guilherme Romão (Bryan, aos 13’/2ºT); Yago (Wallace, aos 13’/2ºT), Uillian Correia (Marthã, no intervalo) e Rafael Longuine; Richard (Gabriel Conceição, aos 13’/2ºT) e Anselmo Ramon.

ITUANO (Técnico: Mazola Júnior)
Pegorari; Lucas Dias, Rafael Pereira e Bernardo Schappo; Córdoba (João Victor, aos 33’/2ºT), Caique, Dudu Vieira (Jiménez, aos 23’/2ºT), Lucas Siqueira (Gerson Magrão, aos 23’/2ºT) e Mário Sérgio; Aylon (Neto Berola, aos 23’/2ºT) e Rafael Elias (Chrigor, aos 33’/2ºT).