Ahtletico x Coritiba - Disputa

(Foto: Divulgação/Athletico Paranaense)

Futebol Latino
02/08/2020
17:58
Curitiba (PR)

Foi um jogo muito disputado, porém o Athletico, com a força de sua Arena, levou a melhor sobre o Coritiba, na tarde deste domingo (2), no primeiro jogo da decisão do Campeonato Paranaense.

Mesmo com as tentativas de Robson e companhia por parte do Coritiba, o sistema defensivo do Furacão não permitiu que o rival marcasse seu tento. Com isso, conseguindo seu gol no final com Léo Cittadini quase no apito final do árbitro, os comandados de Dorival conquistaram a vantagem visando o duelo da volta.

Agora ambos os times voltarão a campo para a decisão que será disputada quarta-feira (5), no estádio Couto Pereira.

PRIMEIRO TEMPO

Melhor no início de jogo, o Athletico sabia da necessidade de colocar pressão na tentativa tentando arriscar chutes de longa distância de não ser surpreendido pelo Coritiba, que por sua vez, quase conseguiu abrir a contagem com Robson.

​Animado com a tentativa, o Coxa passou-se a aventurar-se mais em seu campo de ataque. Até os 20 minutos, a equipe visitante, outra vez com Robson, dessa vez limpando a marcação, finalizou com perigo contra o gol de Santos, porém batendo no lateral Jonathan antes de sair para linha de fundo.

Com investidas mais fortes por parte da equipe comandada por Eduardo Barroca, o Athletico, aos 30 minutos, chegou com perigo contra o gol de Alex Muralha. Após desvio do arqueiro rival, Wellington pegou o rebote porém chutou para fora.

Nos últimos 15 minutos de jogo, o Furacão passou a equilibrar mais as ações. Em algumas tentativas de jogada área com Thiago Heleno, que, por sua vez, deixava o sistema defensivo para surpreender o adversário, o Coritiba apostava em jogadas de velocidade, porém sucesso, encerrando a primeira etapa sem alterações no marcador.

SEGUNDO TEMPO

Diferente de como foi no início de confronto, o Coxa pouco deixou o Atlhetico tomar conta do jogo. Com isso, aos 6 minutos, Santos já teve trabalho em um cruzamento para Robson, conseguindo evitar que o atacante finalizasse contra sua meta.

Antes dos 20 completados, o Furacão também não quis deixar barato. Em uma das chegadas, foi a vez de Muralha ficar atento no chute de Nikão, mandando a bola para fora.

Com algumas trocas até os 30, sendo a de Khellven no lugar de Jonathan pelo Athletico, e Thiago Lopes no lugar de Rafinha, poucos eram os lances de perigo no jogo, com exceção o de Matheus Galdezani que, por muito pouco, não marcou um golaço na Arena.

Com o tempo passando, tudo levava a crer que o confronto ficaria no 0 a 0. No entanto, aos 45, Léo Cittadini, chutando colocado, não deu chances a Muralha, garantindo a vitória da equipe da casa.