Fluminense x Botafogo

Fluminense foi mais incisivo principalmente na etapa inicial. Já na segunda etapa, time de Marcão contou com boa atuação de João Lopes (Vitor Silva/ BFR)

LANCE!
25/07/2020
16:51
Rio de Janeiro (RJ)

Sobrou empenho às promessas de Fluminense e Botafogo na preliminar da Taça Gerson e Didi neste sábado. Em jogo intenso no Estádio Nilton Santos, a equipe sub-23 do Tricolor das Laranjeiras contou com um belo gol de Luiz Henrique para assegurar a vitória por 1 a 0 sobre o sub-20 do Glorioso.

O JOGO

A intensidade tomou conta da etapa inicial do clássico (que teve dois tempos de 40 minutos). O sub-23 do Tricolor das Laranjeiras aproveitou espaços na marcação adversária e arriscou com Lucas Ribeiro e Capixaba, mas o goleiro se impôs. Já o Alvinegro, que depositava suas fichas na velocidade de Ênio e em um bom desempenho de Navarro, teve boa chance com Vitinho, mas o camisa 10 pecou pelo preciosismo e permitiu defesa de João Lopes.

Aos poucos, a equipe comandada por Marcão foi tomando as rédeas da partida e teve boas investidas graças à tabela entre Lucas Barcelos e Lucas Ribeiro. Ribeiro tentou boa finalização, mas parou nas mãos de Saulo. Em seguida, Barcelos cobrou falta rente à trave. Em jogada da dupla, Lucas Ribeiro emendou para fora.

De tanto pressionar, o Fluminense abriu o placar em jogada bem trabalhada no na reta final. Luiz Henrique esticou a Lucas Barcelos. O camisa 11 tocou para Wisney, que só ajeitou. Com calma, Luiz Henrique bateu colocado no canto de Saulo.

A volta do intervalo trouxe um Botafogo mais impetuoso. Logo aos nove minutos, Wendell cobrou falta e obrigou João Lopes a se desdobrar para espalmar. Os tricolores reagiram com nova tentativa de Lucas Ribeiro, que Saulo esticou-se para salvar.

Em seguida, Romildo teve nova oportunidade de igualar para o Botafogo e chegou a assustar o goleiro do Tricolor das Laranjeiras. A equipe de Marcos Soares apostava em especial nas cobranças de escanteio feitas por Wendell e em investidas de Kauê.

Porém, aos poucos, os técnicos Marcão e Marcio Soares fizeram alterações em suas respectivas equipes e o ritmo do confronto foi caindo. O Botafogo chegou a ter boas chances com Matheus Nascimento e Souza, mas ambos furaram. A equipe de Marcão também teve boa investida, mas viu Luiz Henrique tropeçar em suas pernas. 

No último minuto, Maxuel aproveitou cochilo da defesa adversária e bateu rasteiro. Porém, novamente, o Botafogo viu João Lopes se consagrar para garantir o triunfo dos jovens de Xerém no primeiro duelo do Estádio Nilton Santos.