Teste de Covid-19 - jogador

Jorge Pagura alerta para riscos da variante ômicron (Reprodução/grêmio

LANCE!
21/01/2022
15:47
Rio de Janeiro (RJ)

A CBF exigirá a vacinação completa contra Covid-19 de atletas inscritos em torneios da entidade. A determinação está na edição mais atualizada do Guia Médico de Medidas Protetivas para o Futebol Brasileiro de 2022, publicado nesta sexta-feira (21).

O trecho do documento divulgado pela CBF detalha.

– Entende-se como vacinação plena o período de 14 dias após a aplicação da segunda dose se utilizada as vacinas de duas doses ou a aplicação da vacina de dose única – disse.

Ainda não é assinante do Cariocão-2022? Acesse www.cariocaoplay.com.br, preencha o cadastro e ganhe 5% de desconto com o cupom especial do LANCE!: GE-JK-FF-ZSW

O comprovante de vacinação será exigido para que cada jogador seja relacionado em uma partida. Caso o documento não seja apresentado, o portal médico da CBF bloqueará diretamente em seu sistema a inscrição deste jogador.

O presidente da Comissão Médica da CBF, Jorge Pagura, falou ao "GE" o que pesou para a decisão.

- Grande parte das internações hoje são de pessoas que não se vacinaram. A variante ômicron é muito transmissível e os atletas têm que jogar sem máscaras. Então o que nós podemos fazer é exigir que todos se vacinem para evitar casos graves - disse

Outro trecho ainda é mais explícito sobre o assunto.

- É OBRIGATÓRIO ao indivíduo a apresentação do comprovante de vacinação plena para a Comissão Médica Especial da CBF.

A obrigatoriedade deve ser incluída nos regulamentos específicos de cada competição organizada pela CBF, que são publicados antes do início do torneios.

A CBF também orienta que as vacinas sejam exigidas pelas federações estaduais em seus torneios.

Clique aqui e ganhe R$50 para jogar no Galera.bet