Sérgio Corrêa continua na CBF, mas deixará presidência da comissão (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)

Sérgio Corrêa era o responsável pelo VAR na CBF (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)

LANCE!
25/04/2022
18:23
Rio de Janeiro (RJ)

A CBF demitiu nesta segunda-feira dez funcionários que faziam parte do departamento de arbitragem, incluindo Sérgio Corrêa, responsável pelo VAR e um dos nomes mais antigos do setor. A medida é parte do processo de reestruturação da área comandada por Wilson Seneme, recém-empossado como presidente da Comissão de Arbitragem da entidade, por escolha do presidente Ednaldo Rodrigues.

+ Hulk responde Gabigol, ironiza 'nível mundial', e atacante do Flamengo manda indireta

Dentre os outros profissionais desligados estão Manoel Serapião, responsável pela análise da arbitragem, coronel Marinho, ouvidor, Cláudio Cerdeira, José Mocellin, Nilson Monção, Almir Alves de Mello (responsável por cortes de vídeo do VAR), Marta Magalhães (psicóloga) e Érika Krauss (logística).

Corrêa totalizou 16 anos de passagem pela entidade. Ele ocupou os postos de presidente da Comissão Nacional, diretor do departamento de arbitragem e responsável pela implantação do VAR.

- Entendo e concordo que a arbitragem precisava da oxigenação. Claro que gostaria de continuar contribuindo, mas como fui presidente por quase uma década, compreendo, apoio e torcerei pelo projeto que gosto muito. (Seneme) Foi muito claro que o projeto até o momento foi bem elaborado, mas era necessário um passo adiante. Sai uma geração dos 60 anos e entra a dos 40, 50 anos - disse Corrêa, em entrevista ao "ge".