LANCE!
07/10/2020
23:27
Rio de Janeiro (RJ)

A série de invencibilidade do Palmeiras acabou. Nesta quarta-feira, o Botafogo derrotou o Alviverde por 2 a 1 no Estádio Nilton Santos, em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, e o Glorioso ganhou uma sobrevida na competição. Pedro Raul e Caio Alexandre fizeram os gols do Alvinegro, que também teve Diego Cavalieri, que pegou um pênalti, com destaque. Willian balançou as redes para o Verdão.

Com a vitória - a primeira do Botafogo em dez rodadas -, o Alvinegro chegou a 15 pontos, está na 15ª colocação e saiu da zona de rebaixamento de forma remota. Isto porque o time de Bruno Lazaroni ainda pode ser ultrapassado por Ceará e Bragantino, que ainda jogam na rodada.

O Palmeiras, por sua vez, perdeu a invencibilidade de 20 jogos e a chance de se aproximar do líder Atlético-MG. Com 22 pontos, o Alviverde é o quinto colocado e está na zona de classificação para a próxima Taça Libertadores.

O Palmeiras volta aos gramados no próximo sábado. Às 19h, a equipe de Vanderlei Luxemburgo terá um clássico contra o São Paulo no Allianz Parque. No dia seguinte é a vez do Botafogo entrar em campo. Às 18h15, o Alvinegro encara o Sport na Ilha do Retiro.

Comemoração - Botafogo x Palmeiras
Pedro Raul e Caio Alexandre marcaram (Foto: Vítor Silva/Botafogo)


BOTAFOGO AO ATAQUE
​Seja pela pressão de sair da zona de rebaixamento, o Botafogo começou a partida em cima. Com uma estratégia de pressionar os volantes do Palmeiras e não deixar a equipe alviverde ter campo para avançar, o Alvinegro recuperou bolas em situações perigosas do gramado em algumas oportunidades.

Em uma, a finalização de Rhuan de dentro da área saiu torta após um passe de Pedro Raul. Na outra, o camisa 7 cruzou, mas Matheus Babi não alcançou a bola. Todas as oportunidades foram marcadas por uma defesa do Palmeiras bagunçada, justamente pelas roubadas de bola no campo ofensivo.

PALMEIRAS EQUILIBRA
Com toda a correria na primeira metade da etapa inicial, era até natural que o Botafogo cansasse. A partir do desgaste físico, o Palmeiras cresceu e equilibrou as ações. Com foco nas jogadas em velocidade na direção dos pontas, o Verdão tentava pegar a defesa do Botafogo de costas, o que não aconteceu. O agitado primeiro tempo terminou sem gols.

AVALANCHE ALVINEGRA
​O começo do segundo tempo foi marcado por alegrias ao Botafogo. Logo no primeiro minuto, Honda e Kevin construíram jogada pela direita, o lateral cruzou rasteiro e Pedro Raul apareceu entre os zagueiros do Palmeiras para abrir o placar.

A equipe de Bruno Lazaroni não parou por aí. Quatro minutos depois, Caio Alexandre aproveitou o rebote de uma falta de Victor Luís que desviou na barreira e dobrou a vantagem no placar. O tento, vale ressaltar, foi confirmado apenas após revisão do VAR, que estudou se a posição do meio-campista no lance era legal.

PRESSÃO DO PALMEIRAS
​Com o 2 a 0 adverso, Vanderlei Luxemburgo não poupou esforços para tentar colocar uma equipe mais ofensiva. O treinador fez as cinco substituições antes dos 20 minutos - entre elas, Gustavo Scarpa, meia de origem, no lugar de Mayke para jogar na lateral.

O Alviverde foi atrás do prejuízo. Aos 32 minutos, em uma bola cruzada justamente por Scarpa, Wesley desviou no segundo pau e Willian teve apenas o trabalho de empurrar para as redes.

CAVALIERI É HERÓI!
A pressão do Palmeiras não parou por aí. Minutos depois do gol, Willian recebeu um lançamento vindo do meio-campo e saiu cara a cara com Diego Cavalieri dentro da área. O goleiro do Botafogo entrou de sola e o árbitro Rafael Traci marcou pênalti, com a ajuda com árbitro de vídeo.

Na cobrança, contudo, o goleiro se redimiu. Willian optou por uma cobrança à meia altura no lado esquerdo e Diego Cavalieri voou para defender e garantir que o Botafogo continuasse na liderança do placar.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 x 1 PALMEIRAS

Data: 07/10/2020, às 21h30
Estádio: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
​Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)
VAR: Rafael Traci (Fifa/SC)
Gramado: Bom
Cartões amarelos: Guilherme Santos, Diego Cavalieri, Matheus Babi, Warley (BOT); Wesley, Jailson, Marcos Rocha (PAL)
Cartões vermelhos:

Gols: Pedro Raul (1-0, 1'/2ºT), Caio Alexandre (2-0, 5'/2ºT) e Willian (2-1, 32'/2ºT)

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu, Victor Luís; Rafael Forster (Rentería 27'/2ºT), Caio Alexandre (Sousa 42'/2ºT), Keisuke Honda (Kalou 27'/2ºT); Rhuan (Guilherme Santos 20'/2ºT), Pedro Raul (Warley 42'/2ºT), Matheus Babi. Técnico: Bruno Lazaroni.

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Felipe Melo, Luan, Mayke (Gustavo Scarpa 17'/2ºT); Patrick de Paula (Ramires 6'/2ºT), Bruno Henrique (Zé Rafael 6'/2ºT); Rony (Gabriel Veron 6'/2ºT), Raphael Veiga (Lucas Lima 17'/2ºT), Wesley; Willian. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.